13 de mar de 2013

E o Novo Papa Não é Pedro Romano....


Muito se especulou nos últimos dias, desde a renúncia do atual papa emérito Bento XVI sobre quem seria o futuro papa. Na mídia, os favoritos surgiram entre os nomes que estavam sintonizados com as profecias, sobretudo as de Malaquias, sobre um papa que seria conhecido como Pedro Romano

Três dos considerados favoritos a eleição tem Pedro no seu nome: Odilo Pedro Scherer, Peter Turkson e Peter Erdo, sem falar no camerlengo Tarciso Pietro Bertone.

A força de Bertone prevaleceu. O novo papa, Jorge Mario havia ficado em segundo na eleição de Bento XVI,  o papa emérito que sofreu forte oposição de Bertone sobretudo nos último meses do seu pontificado.

Não irei divulgar algumas experiências espirituais que tive nos últimos dois dias, uma delas inclusive indo ao próprio Vaticano e vendo realmente quem é o chefão atualmente por lá, o cardeal Tarciso Bertone que lidera a ala conservadora da Cúria Romana. Hoje pela manhã, após as primeiras duas votações, tudo ficou muito claro e postei o seguinte texto no facebook, horas antes da eleição do papa:

"O Novo Papa deve ser eleito hoje. Hoje é dia do arcano 13, dia 13 de um ano 13. Provavelmente o papa será escolhido hoje". 

O texto pode ser visto na fanpage e os comentários atestam que foi feito quase 8 horas antes da escolha do novo papa. Inclusive pela manhã vi que o horário astrológico mais provável seria as 19 horas do Vaticano pela conjuntura astrológica e o papa foi eleito as 19h e 07 minutos. Hoje ficou tudo muito claro, a Igreja pela sua sobrevivência tentou matar a profecia, mudar a história do seu futuro vista séculos atrás por Malaquias, que acertara todo os papas até o dia de hoje e teria acertado novamente, caso a Igreja não tentasse mudar o jogo no minuto final, no que seria o último papa profetizado antes do seu fim, também profetizado

Bento XVI renunciou oficialmente no último dia de fevereiro, último dia do calendário anual maçônico, a partir do dia primeiro de março, 1/3 pelo calendário e ano novo maçônico a Igreja ficou sem papa. Após 13 dias o papa é eleito, em um dia 13, de um ano 13 em um dia de arcano 13 (1+3+0+3+2+0+1+3 = 13). 

Se fosse um único 13 nesse evento poderia se levar a conta da coincidência, mas cinco vezes o número 13 no mesmo evento, o arcano que representa a Morte, a ampla mudança, realmente é porque tudo foi programado. A mídia apontando os papas favoritos sintonizados com a profecia de Malaquias, a vinda iminente do último papa, o prenúncio histórico do fim  e numa cartada desesperada, a luta para salvar a Igreja e mudar a história e literalmente matar a profecia e mudar a história, colocando cinco vezes o 13 no mesmo evento.

A eleição de Jorge Mario e a escolha de seu nome como Francisco I em nada tem haver com a profecia de Malaquias ou com a profecia do Apocalipse capítulo 17, que aponta o último papa adotando o nome de um dos seus sete antecessores, as duas profecias mais conhecidas de toda a mídia e obviamente dos próprios cardeais. Foi eleito aquele que já deveria ter sido eleito quando do conclave que elegeu Bento XVI, o argentino havia sido o segundo.  

Nostradamus profetizou a vinda de um papa negro e realmente acertou, pois o líder dos jesuítas é conhecido como papa negro, em virtude das suas vestes negras e o papa eleito é da ordem dos jesuítas, entretanto nessa profecia Nostradamus não fala que o papa negro seria o último papa.

De qualquer forma, mais um capítulo da história foi escrito hoje e eu acredito sinceramente, que esse papa, que deveria ter sido eleito no conclave anterior e agora assumirá o vaticano com outro papa ainda vivo pode dar um novo sentido a centúria de Nostradamus, ao falar de alguém próximo a Loing (Bento XVI) de "bons ares" (buenos aires, capital da Argentina) e dois homens juntos, ou seja, dois papas ao mesmo tempo na Igreja. 

Dessa forma, ao que tudo indica, o último papa, o verdadeiro Pedro Romano, ainda está por vir.


Postado em 18/03/13


O Papa eleito, Jorge Mario Bergoglio é realmente Pedro Romano, o último papa da profecia de Malaquias. Como relatado no texto o ritual do pentagrama 13 aconteceu, mas não conseguiu influenciar a escolha dos cardeais que escolheram a pedra, o argentum (prata), o papa argentino para tornar-se a prata, a pedra dos romanos.

Fui alertado sobre esse ritual e alertei sobre a sua execução. Aproximadamente 8 horas antes da eleição do papa, ainda no conclave, eu publiquei um texto no facebook informando que naquele dia 13, às 19h pelo horário do Vaticano, seria eleito o novo papa (errei por 7 minutos a previsão). Esse post está AQUI 

Quando observei que a informação estava correta,  que o ritual havia se concretizado, acreditei que ele tivesse obtido êxito e eleito um papa que não era o da profecia.

Aproximadamente 2 dias antes da eleição, presenciei uma cerimônia ocorrida no astral, exatamente no Vaticano e patrocinada por entidades trevosas com o interesse de impedir que o papa profetizado por Malaquias, Pedro Romano, fosse eleito. Dentro do Vaticano esse movimento para impedir a eleição do último papa foi patrocinado pela ala conversadora, tradicionalista. O primeiro movimento dessas energias trevosas foi impulsionar o papa a renunciar exatamente no dia 13 para que 13 dias depois o ritual fosse concretizado. Ao enxergar todos os cardeais presentes em tal cerimônia, julguei que o intento havia se concretizado e o papa eleito representasse a execução do planejamento trevoso para o adiamento da profecia. Ledo engano da minha parte.

Pouco tempo depois de postar o texto no blog “Porque o novo papa não é Pedro Romano” uma das entidades amigas que me acompanham esclareceu o acontecido. Muitos dos cardeais foram levados a participar de tal cerimônia para tomarem conhecimento do que estava sendo feito e decidirem se deixariam aquilo se concretizar ou se tentariam mudar os rumos da Igreja, elegendo um bom papa que pudesse executar as mudanças necessárias e o enfraquecimento das forças trevosas que influenciam a Igreja e colaboram para os escândalos que recentemente foram divulgados na mídia.

E porque a Alta Espiritualidade permitiria que um ritual desses, simbolizado pelo pentagrama 13 ou “a morte em todas as direções” fosse realizado? Justamente para que as próprias entidades trevosas iniciassem o próprio processo de destruição da velha Igreja.

Tentaram, durante o ritual, alienar quase todos os cardeais, dizendo que a profecia de Malaquias, conhecida por todos eles, seria cumprida apenas se Tarcisio Bertone, nascido em Romano, localidade da Itália, fosse eleito, para que assim todo o poder, tradição e status quo da Igreja permanecesse. O ritual que tais entidades realizaram acabou por iniciar, sem que eles imaginassem, o próprio processo de morte da Velha Igreja de luxo e riquezas, o que tanto temiam muitos membros da Cúria, reformas inevitáveis que serão levadas a cabo pelo atual papa, Pedro Romano, a pedra prateada (argentum) representada na figura do papa argentino e que colocará fim ao papado como o conhecemos hoje.

Dessa forma, peço desculpas pelo erro de análise e por ter demorado para interpretar corretamente os rumos do acontecimento, pois demorei para perceber a ligação do papa argentino com a definição de “pedra” ou “Pedro” citada por Malaquias. O objetivo dos estudos proféticos do blog é sempre o de buscar interpretações e respostas mais amplas aos acontecimentos proféticos e com erros e acertos, acredito que o resultado esteja sendo positivo.



Paracelso - O AntiPapa "Argentum": AQUI

O Papa Negro: AQUI 

Os dois de "bons ares": AQUI  

Apocalipse capítulo 17: AQUI 


Fanpage Profecias o Ápice em 2036:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036


44 comentários:

bruno lima disse...

Amigo, Boa noite!
Em primeiro lugar, gostaria de dizer que achei o seu ponto de vista muito interessante sobre o novo Pontífice.
Também acredito que toda essa situação tenha sido manipulada pelos poderosos do vaticano, afim de evitar o cumprimento das palavras.
Gostaria de saber o seu ponto vista com relação ao novo papa e no que isso poderia mudar nas profecias.

Edson Siqueira disse...

PARABENS JOSE COM SUA EXATIDAO NOS ACONTECIMENTOS MUNDIAS POSTADO EM SEU BLOG SERVE PARA AS PESSOAS OLHAREM COM ATENÇÃO ESSES ACONTECIMENTOS E SEU BLOG SERVE PARA ABRIR OS OLHOS DE TODOS NOS !! COM ESSA MUDANÇA PROPOSITAL DA IGREJA CATOLICA ISSOATRASA O QUE NAS PROFECIAS QUANTO TEMPO ELES CONSEGUIRAM GANHAR COM ESSA MANOBRA OU NADA MUDA NOS PLANOS CELESTE E OS ESPIRITOS DE LUZ O QUE DISSERAM SOBRE TUDO ISSO? E NO VATICANO TEM SEU MAGO NEGRO, AGENERES QUE TOMA CONTA DE TUDO

NK disse...

Oi Zé, vc comentou que o novo papa é o sinistro (na fanpage), eu nao compreendi... pode explicar melhor, por favor. Em suas visões pelo Vaticano, pode ver tb o agênere que transita por la? Vc sabe se o carmelengo, que orquestrou essa disputa interna, tem o conhecimento sobre pentagramas e magia?
Otimas postagens, com sempre amigo!
bjs

Alexandre T disse...

José, como eu tinha dito em meu comentário em outro post, eu não entendi (ou não tinha entendido) nada.... Nenhum Pedro, nenhum romano, nenhum "jovem"... Agora vc explicou tudo!

Mas como esse pessoal que tentou essa "jogada" pode acreditar que isso vá dar certo ??? E o mesmo que Herodes mandar matar várias criancinhas com menos de dois anos, para evitar o aparecimento do Messias, do Cristo. O que é destino, o que está "escrito" não tem como mudar, muito menos com essas "espertezas".

Como podem ser tolos de acreditar que isso vai dar certo, que vai impedir a(s) profecia(s)???

Mas será que essa escolha não foi planejada também (por europeus)para fazer papa um não europeu com idade avançada, só para agradar a "platéia", acreditando que não viverá muito e que muito em breve o papa poderá ser novamente europeu ???

NK disse...

Zé, eu confundi Bertone com o Bergoglio qdo perguntei sobre o sinistro... o carmelengo é o sinistro.

José Alencastro disse...

Edson e Bruno: acredito que não mudará em nada o tempo das profecias e ainda vai gerar mais karmas pra Igreja. Rituais desse porte não são exceção, pra quem conhece um pouco de magia, o "firewall" ou circulo de fogo surgiu la, assim como a agua benta (agua com sal pra limpeza). Tem muita gente poderosa no astral que depende da energia dessa egregora e acaso viesse um papa que deixasse claro a veracidade da profecia sobre o ultimo papa, isso enfraqueceria em muito a fé ou certeza de algumas pessoas sobre a continuidade de Igreja. Mas repito, isso nao muda nada quando ao que ja foi profetizado por Joao 23, Dom Bosco, Malaquias e o Apocalipse: o fim de Roma e da mulher nela assentada é inevitável, façam o que fizerem.

José Alencastro disse...

NK, no astral eu tenho certeza que ele conhece, no físico eu acho que não com a mesma amplitude, mas o grande articulador e poderoso de lá é ele, sem dúvida.

Druida Galês disse...

Boa noite!

Parabéns pelo blog,

Há algumas pessoas que, em projeção astral, viram horrores dentro da Igreja Católica.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Ffq3KhCTgCw#t=1965s

Você compartilha desta ideia? Qual é o tipo de energia que existe lá?

Abraços!

Bruno disse...

Sinceramente, eu não acreditava que o próximo papa aguentaria até 2036, é muito tempo!!! mesmo para o hungaro, o mais novo, com 60 anos teria 84 em 2036 (idade muito próxima já da de renuncia de Bento XVI e morte de JPII) lembremos que ser papa não é andar em um parque de diversões, ainda mais a essa idade e com todos os desafios que a igreja tem pela frente, é muito desgastante!!! Alguma coisa não encaixava, último papa ou o ano de 2036, alguma coisa tinha que estar "errado", agora vemos que deva ser o número de papas e vemos também que apesar de tudo as profecias ainda estão se encaixando, como você relatou no texto.

Edson Siqueira disse...

OBRIGADO PELAS RESPOSTAS JOSE, COM ESSA MANOBRA O POST SOBRE OS DOIS ULTIMOS PAPAS DO NOSTRADAMOS SE ALTERA EM ALGO GANHA OUTRO SENTIDO? SO PRA TIRAR UMAS DUVIDAS, POIS MESMO COM ESSA MANOBRA ACREDITO EM TUDO QUE VC JA POSTOU POIS NENHUM MAL MUDA OS DESIGNIOS DE DEUS. DO MAS AGUARDAREMOS MAIS POSTAGEM SOBRE ESSE TEMA E MUITOS OUTROS ASSUNTO SOBRE A TRANSIÇÃO PLANETARIA, BOA NOITE!!

ANA MARIA disse...

São Francisco de Assis na verdade era Pedro, de Assis, nome escolhido por sua mãe, mas que foi rebatizado pelo pai qdunado voltou de viagem para Francisco. Então o nosso Francisco da Italia na verdade nasceu Pedro de Assis...

Profecias disse...

O monge de Pádua, vidente do séc. XVI acertou todos de sua lista, inclusive esse último, pelo menos no que se refere a terra distante. Abaixo a profecia do último papa da lista:

"Ele chegará a Roma de uma terra distante para encontrar tribulação e morte."

Marcelo Tini disse...

José,

O novo papa, adotou o nome de Francisco I em alusão a São Francisco de Assis.

Agora veja, o verdadeiro nome de São Francisco de Assis era Giovanni di Pietro di Bernardone, ou seja, tem "Pedro" no nome.

Talvez então, o verdadeiro PEDRO já esteja lá no Vaticano e ninguém ainda notou.

O que acha ?

Abs.

Marcelo Tini disse...

José,

O papa eleito hoje adotou o nome de Francisco I em alusão a São Francisco de Assis.

Agora veja, o verdadeiro nome de São Francisco de Assis era Giovanni di "Pietro" di Bernardone, ou seja, tem PEDRO no nome.

Talvez então o verdadeiro PEDRO já esteja lá agora no Vaticano e a profecia de São Malaquias tenha se cumprido e as pessoas não tenham notado.

Que acha ?

Abs.

Marcelo

José Alencastro disse...

Como eu ja disse na fanpage, a associação de Francisco de Assis com Pedro Romano é muito forçada. Mesmo considerando que o atual papa tenha adotado o nome em homenagem nao apenas a Francisco Navarro como tambem a Francisco de Assis, que tem Pietro (Pedro ) no seu nome, mesmo assim não existe qualquer ligação com o termo "romano" e na profecia Pedro Romano é uma coisa só, tanto o novo papa como Francisco de Assis não possui qualquer ligação profunda com Roma que possa servir de referencia, o atual papa inclusive realizou seu estudos de doutorado na Alemanha e não em Roma, como alguns cardeais o fizeram antes de se tornarem cardeais.

Nada em especifico associa o atual papa a Roma e não ser o fato de todos os cardeais pertencerem ao Vaticano que esta em Roma, mas isso é uma referencia vaga que se aplica a qualquer cardeal.

O novo papa é jesuíta, não franciscano e duvido muito que vá fazer o que Francisco de Assis propos que se fizesse na sua ordem, ou seja, voto extremo de pobreza, pois caso assim fosse todas as riquezas da Igreja teriam que ser dadas ao pobres. Em suma, a referencia ao nome Pedro é muito fraca e ao nome romano é nula, sendo muito forçoso associar o atual papa à Pedro Romano.

Mas essa é apenas a minha opinião, baseada nos meus estudos e nos meus contatos com a espiritualidade.Por mais que reportagens tenham dito que o papa não possui ligações com a curia romana, ele participou de 5 departamentos e não foi convidado para um cargo importante por mera obra do acaso.

Confio nas mensagens que recebi no dia de hoje da Espiritualidade, pois junto com o relato de que a eleição do novo papa foi uma tentativa de mudar o rumo profético da historia recebi a informação exata sobre a eleição do papa, com dia e horas praticamente exatos (com diferença de 5 minutos), uma pequena prova de que a informação que recebi é verdadeira e da mesma forma que confio no método comparativo que desenvolvi pra estudar profecias, por tudo isso tenho motivos de sobra para acreditar que esse papa não é Pedro Romano, ou seja, não é o ultimo papa.

Gleson Arruda disse...

Bom o novo papa é filho de imigrantes italianos...isso não o classificaria como romano? rsrs

José Alencastro disse...

Se a profecia falasse de Jorge Hermano tudo bem, mas é Pedro Romano gente, nem Francisco de Assis nem o papa, nem a familia do papa sao de Roma.

Daqui a pouco a Italia toda vai virar Roma, todo cardeal que pisou um dia em Roma vai virar romano hehehee. Não percam tempo procurando pelo em ovo, o "migué" em forma de pentagrama 13 foi dado, mas isso não muda o que já foi profetizado por João 23, Dom Bosco, Malaquias e Apocalipse.

A Igreja agiu pra tentar sobreviver, para que os fieis nao acreditassem que a profecia sobre o seu fim estivesse se realizando e assim a força da sua egregora nao enfraquecesse, tão somente isso, eles tem site, twiter, internet, o mundo nos ultimos dias só falou na profecia do Malaquias, eleger um dos dois Pedros que era favorito seria o atestado de que realmente tudo que foi profetizado aconteceria, agora eles podem dizer que esse negócio de profecia é bobagem, que nao existe ligação alguma do novo papa com a profecia de Malaquias e não tem mesmo, pois esse papa não tem nem algarismo romano no nome heehee.

Alexandre T disse...

"eleger um dos dois Pedros que era favorito seria o atestado de que realmente tudo que foi profetizado aconteceria"

Então, José, o que vc acha, depois do argentino Bergoglio esses dois Pedros que eram favoritos (Turkson e Scherer) continuarão favoritos? Voce ainda acredita que um deles será o próximo papa? Ou agora tudo muda?

Um abraço!

Dinho B. disse...

José, se esse Papa não estava "previsto", então, o que pode acontecer? Ele desencarnar rapidamente? Com certeza a igreja dá atenção às suas profecias, tanto que o 3º segredo de Fátima não foi revelado. Como vc disse, eles tentaram "mudar" os rumos da coisa toda. Quais as consequências possíveis disso?

Paulo Gomes disse...

"Pedro Romano" não seria apenas uma figura de linguagem para o PAPA? pois o nome Pedro pode se referir ao fundador da igreja, no qual todos os seus sucessores são considerados Pedros e Romano em vista da Cúpula da Igraja ficar em Roma?

Bioloikos disse...

Olá, José:

Vem circulando na net uma interpretação sobre o sobrenome italiando do papa: Bergoglio. De acordo com a revelação:
Berg (em língua nórdica antiga)=montanha, colina, rocha...pedra (ou petrus).
Oglio: rio italiano na região da Lombardia, que passa ao lado da província de Bergamo, na qual se encontra a cidade de Romano di Lombardia.
Fui no mapa para conferir e vi que Bergamo está Bergamo está entre dois rios - Adda e Oglio.
O que vc acha?

forceback disse...

Mas e na próxima eleição, eles poderiam continuar manipulando pra que não sem cumpra a profecia, não elegendo nenhum papa que se encaixe nelas. O que voce acha disso, José?

Rodrigo disse...

Vale a pena ler o link.
A irmã do Papa Francisco disse que ele não queria ser eleito.

Se a irmã estiver correta, deduz-se que o argentino foi forçado a ser eleito.

http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/renuncia-do-papa/irma-do-papa-francisco-diz-que-ele-nao-queria-ser-eleito,a54e03c5cb56d310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

Rafael disse...

E se você estiver errado? E se isso não foi apenas uma manobra da igreja mas uma intervenção divina? ( partindo do princípio que o Papa é escolhido por Deus ).

Flavia Tavares disse...

"A Igreja agiu para "tentar sobreviver" (?) Amigo a Igreja de Cristo é eterna. O que vai acabar é a nossa civilização.

José Alencastro disse...

Quanto a questão do papa negro: realmente, a profecia de Nostradamus sobre o rochedo transmutado em rochedo negro apos um caso maravilhoso é a vinda de um papa jesuita, que são conhecidos pelas suas vestes negras, mas essa profecia de Nostradamus não fala que ele seria o ultimo papa. A Igreja atuou pensando em evitar a profecia de Malaquias e do Apocalipse 17, não há qualquer ligação nem do papa e nem do nome Francisco de Assis com "Romano", como eu disse, esse papa não tem Romano nem nos algarismos, foi "migué" da Igreja

José Alencastro disse...

Aproveito pra repetir:

Se a profecia falasse de Jorge Hermano tudo bem, mas é Pedro Romano gente, nem Francisco de Assis nem o papa, nem a familia do papa sao de Roma.

Daqui a pouco a Italia toda vai virar Roma, todo cardeal que pisou um dia em Roma vai virar romano hehehee. Não percam tempo procurando pelo em ovo, o "migué" em forma de pentagrama 13 foi dado, mas isso não muda o que já foi profetizado por João 23, Dom Bosco, Malaquias e Apocalipse.

A Igreja agiu pra tentar sobreviver, para que os fieis nao acreditassem que a profecia sobre o seu fim estivesse se realizando e assim a força da sua egregora nao enfraquecesse, tão somente isso, eles tem site, twiter, internet, o mundo nos ultimos dias só falou na profecia do Malaquias, eleger um dos dois Pedros que era favorito seria o atestado de que realmente tudo que foi profetizado aconteceria, agora eles podem dizer que esse negócio de profecia é bobagem, que nao existe ligação alguma do novo papa com a profecia de Malaquias e não tem mesmo, pois esse papa não tem nem algarismo romano no nome heehee

Lion Esquer disse...

José pelo que eu entendi no apocalipse 17 diz em 8 reis, para que um papa seja um rei legítimo tem que ser eleito de seu antecessor já morto, Bento XVI foi um dos 8 reis legítimos, mas o papa argentino não se encaixa pois foi eleito da renuncia de Bento, logo não é um rei legitimo, é uma espécie de "príncipe" como diz Nostradamus na Centúria III Quadra 19, sendo que o oitavo ainda esta por vir, posso estar equivocado disso. Mas a pergunta é como esse oitavo e ultimo papa ira vir? A meu ver só se Ratzinger já com idade avançada falecer (não é mais papa mas foi um dos 8 reis legítimos) e ainda depois disso o papa argentino teria que renunciar ou acabar falecendo num futuro próximo, ai sim o seu sucessor iria ser o oitavo papa e rei legítimo, posso estar equivocado disso, mas se pudesse responder ficarei grato. E também com o andar da carruagem, com esse papa inesperado, o que você acha que ira acontecer nos próximos anos?

José Alencastro disse...

Exatamente Lion, o ultimo papa da profecia, Pedro Romano, vem depois da mudança oficial, ou seja, a morte, pois se quem elege o papa é o "Espirito Santo" só ele, pela intervençao divina, pode tirar, pela morte natural, o papa da liderança da Igreja. Sendo assim, somente apos a morte de Bento XVI virá o novo papa e como isso deve ocorrer ainda no papado "migué" de Francisco, o ultimo papa somente virá apos a morte ou renuncia de Francisco, que nao tem romano nem no algarismo do nome, pois nesse caso como ele entrou com o outro papa ainda e vida e legítimo penultimo, pouco importa a forma como ele sair do papado.

Dessa forma, Pedro Romano, o ultimo , ainda está por vir.

walner disse...

José,

Mais uma vez a santa sé distorce as palavras de Jesus. Aliás, como sempre fez em relação as atitudes do filho de carpinteiro, nascido em manjedoura. Como bem explicado em outra postagem, o livro das revelações foi ditado por Jesus, utilizando do anjo Gabriel como seu intermediário até João. De que maneira o católico deverá encarar este livro a partir de agora? A palavra de Jesus perde força, ao não se confirmarem suas predições?

Com certeza a igreja não poderia ignorar tais predições, ditas (se assim podemos dizê-lo) pelo próprio fundador do cristianismo. Esta possível artimanha da saída de cena de Bento e a chegada de Francisco para enganar os ditames do Altíssimo, no meu entender, é plausível.

O que não entendo é: como funciona a compreensão de um católico sobre o assunto. Fica feliz porque Aquele, cuja existência deu origem à sua fé, falhou?

Grato.

José Alencastro disse...

Walner, eu acredito que a compreensão dos católicos seja muito baseada naquilo que a Igreja ensina e a Igreja não ensina que Apocalipse 17 fala dos papas, quem ensina isso sao estudiosos que nao possuem ligação com o Catolicismo. Dessa forma, mesmo a profecia sendo clara ao falar da Igreja, essa manobra a partir da renuncia do Bento XVI pode ajudar os estudiosos católicos a tentar anular esse entendimento, ou seja, dizer que o Apocalipse 17 não fala sobre os papas e o fim da Igreja. Ou seja, a fe na Biblia, no Apocalipse e no papado é mantida, o que nao anula a profecia em si na ordem dos seus acontecimentos, pois o verdadeiro sucessor viria apenas quando Bento XVI morresse. Abraço

Luciana Gómez Pires disse...

O PAPA É PEDRO!!!
Apesar de ser argentino é filho de pais Italianos Romanos, além disso ele escolheu o nome Francisco em homenagem a São Francisco de Assis, que na verdade se chamava: Giovanni di PIETRO di Bernardone, ou seja, PIETRO(ITALIANO) = PEDRO(PORTUGUES) = PETRUS (LATIM) = Petrus Romanus..."

José Alencastro disse...

Não é não Luciana. Os pais de Jorge Mario são de Turim, cidade italiana assim como Romo que é outra cidade. Não adianta torcer a profecia, romano não é sinonimo de italiano e mesmo que os pais dele fossem romanos (e não sao), ele nasceu argentino, fez seus estudos teologicos na Alemanha, é tão romano quanto qualquer cardeal da cúria, ou seja, nada que o identifique especificamente como Romano, no seu nome nao tem nem algarismo romano.

A ligação com Francisco de Assis é muito fraca, se o nome principal de Francisco de Assis fosse Pedro ainda vá lá, mas nem era esse, era Giovani e ficou conhecido como Francisco da cidade de Assis (e não de Roma). O estilo de Mslaquias é claro, suas pistas são suscintas e claras. JPI por exemplo foi chamado de "a meia lua" , pois em seu nome de batismo está "da luz branca" (Luciani), ou seja, a luz branca vem da meia lua e quando assumiu o pontificado era dia de lua crescente, ou meia lua. JP II foi chamado de "o trabalho do Sol", nasceu exatamente no dia de um eclipse solar, já Bento 16 foi chamado de "gloria da oliveira" uma referencia ao simbolo dos beneditinos (a oliveira) que foi o nome adotado por Bento XVI. São referencias cristalinas quanto ao nome, nascimento ou insignia e em nenhuma delas Jorge Mario ou papa Francisco se enquadram em Pedro Romano.

Não percam tempo procurando pelo em ovo, Pedro Romano, o último papa, só virá depois da morte de Bento XVI, não adianta a Igreja querer dar um "migué" pra mudar a profecia.

Cabo Julião disse...

É, José...
Estava aqui lendo de camarote uma certa "forçação" de barra (e me divertindo muito) em alguns comentários para fazer cumprir a profecia nem que seja na marra. O fato é que se a Igreja aceitasse escancaradamente um Pedro Romano seria passar recibo, e como você diz, atestar seu fim.
Minha expectativa era que fosse pelo menos um papa minimamente revolucionário. Apesar da cara de bom velhinho, penso que não passa de uma sobrevida do papado de Bento XVI. Muda apenas a forma, mas a essência é a mesma.
Elegeram um papa velho para um papado curto.

Abs,

Danton

Cristiano disse...

Com certeza se cumpriu a profecia. Veja bem: Pedro também não era Romano, era judeo, terra distante de Roma. Os judeos eram os argentinos da época. Discriminados. Eram considerados sangúineos, com uma auto estima elevada, acima da própria realidade, devido a sua religião de um Deus único. Os romanos não gostavam deles. Por isso Nero teve facilidade ao culpar os cristãos, que eram considerados, na época, membros de uma seita judia, pelo incêndio de Roma.Isto q estou falando é histórico. A igreja cresceu em Roma, vertiginosamente, a partir da entrega q Pedro fez de si mesmo para cruxificação. Este Francisco está indo à Roma para se auto sacrificar. Inconscientemente, é claro! Ele foi provincial dos jesuítas no período da ditadura mais sangunária da história da América do Sul. A igreja argentina apoiou os métodos usados pelos militares. Só se mexia quando envolvia padres. Participou ativamente na procura de pais adotivos para os filhos das vítimas do regime militar. Ele como provincial jesuíta, certamente, se omitiu, Terá q provar a todo instante q é bondoso. Por isso o nome. Sobre ele, o nome, São Francisco é João Pedro (em português). Este é o nome dele. Ora, João Pedro é Pedro, pedrinho! Não costuma ser João. Assim como Luis Carlos! Ou é Luis Carlos, ou é Carlos. Não costuma ser Luis. E ele, o Francisco, é tão Romano quanto Pedro. Pode escrever. Veremos o desmantelamento da igreja católica ao vivo e a cores.

Munich disse...

Isso me fez pensar numa discussão que tivemos numa aula, depois de ler Édipo Rei: Quanto mais se tenta fugir de uma profecia, mas você se emaranha nela. Acredito que as profecias do Apocalipse, Malaquias, etc, fontes fidedignas, irão se juntar e se concretizar de alguma forma nos próximos anos, mesmo que num primeiro momento não pareça possível.

José Alencastro disse...

Cristiano, a profecia é sobre o nome "Pedro Romano" e não sobre o apostolo Pedro, que é apenas uma referencia para tentar entender a 50% da profecia, pois os outros 50% fala de Romano.

Pesquise as profecias de Malaquias e veja a clareza com que ele previu os papas, sobretudo os ultimos (JP I, JP II e Bento XVI) e você verá que essas torçoes malucas que muita gente anda fazendo pra tentar encaixar o papa a profecia de Pedro Romano não fazem o menor sentido.

José Alencastro disse...

É verdade Munich, é mais ou menos como no filme "De volta para o futuro" ou "o exterminador do futuro", mesmo sabendo como será o futuro e tentando alterá-lo, de uma forma ou de outra ele volta a seguir o rumo natural, pois se em certas ocasioes e eventos está na mão do homem mudar as coisas, em outros, como a mudança de Era apos 2036 e os eventos decisivos ligados ao grande exilio, são inevitaveis, entre eles o resgate da Igreja de seus karmas milenares. Podem até postergar, mas evitar certamente não conseguirão

José Alencastro disse...

Pois é Danton, isso que eu passei um fitro e nao publiquei tudo, pois chegou cada uma...

Abraço

Profecias disse...

A monja de dresdem, vidente alemã do séc. XVII, também fez profecias sobre os papas com um indice de acertos grande, inclusive nos dando três datas 1914,1942 e 1981(atentado à vida de JP II) como "os anos do pântano". Só a título de curiosidade, pois parece que ela se refere ao papa Clemente XI, ela escreveu:
"A Clemente XI, Vigário na terra de Nosso Senhor. Jesus, Nosso Salvador, quis um novo Francisco à sua mesa porque toda a igreja necessita ser lavada e purificada. Faz ó novo Pastor, com que a tua tiara seja a probreza, e o manto a humildade. E não estendas jamais a mão para a mão que tenha a maldade. O teu papado será santo e terá o número invertidos de Apóstolos(21 anos foi o mandato de Clemente XI). Depois de ti descerá do céu aquele Bendito que selará os tempos e continuará a semeadura. E depois haverá o anjo que encontrará Jesus na terra dos lírios, enquanto o lírio morrerá miseravelmente no meio das águas.(...)"

Em relação ao último papa a monja converge com São Malaquias. No meu blog tem um paralelo dos últimos papas.

Blubaglu disse...

A propósito de filmes sobre destino me lembrei do Efeito Borboleta, gostei mais do primeiro, em que o protagonista a cada tentativa de evitar o destino se complicava mais, e era bem engraçado ver os apuros em que se metia. :).

Nuno Carvalho disse...

na minha opinião, Petrus Romanus é um termo generalista que designa aqueles que estiverem à frente da Igreja durante o tempo descrito por SM.

Todos os papas são sucessores de Pedro e romanos porque o Vaticano se situa em Roma. A profecia mostra-nos apenas um texto sem numeração. Não há papa 112.

Na minha opinião, são pelo menos 2 papas que chefiarão a igreja nesse periodo.

Por isso, não se consegue fazer uma clara ligação do Papa Francisco com a descrição de SM pois não se trata de 1 só papa. O tempo dar-me-á razão.

abraços

Mário Roque disse...

José Alencastro, você se esqueceu do Tarcisio "Pietro" Bertorne - cardeal secretário de Estado do Vaticano - nascido em "Romano Canavese", uma comuna italiana da região do Piemonte, província de Turim.
Nada se enquadra tao perfeitamente à descrição do último papa.
O Odilo "Pedro" Scherer não nasceu em Roma ou em qualquer cidade com essa derivação, sem falar dos dois Pedros (Peter), o húngaro e o ganês.
Talvez, tenha acontecido uma tentativa de evitar a última profecia escolhendo um papa argentino, sem ter Pedro no nome. Todavia, para mim, esse tipo de profecia, se concretizada ou não, serve apenas como aviso, ela não impediria um meteoro ou uma guerra.
As profecias de São Malaquias se enquadraram perfeitamente aos papas. A necessidade de interpretar se era "Pedro" ou "pedra" não faz sentido.
Hoje, os cardeias tem em mente que quem senta na cadeira do papa não deveria estar ali; e sabem, exatamente, quem deveria estar ali Tarcisio "Pietro" Bertorne, nascido em Romano Canavese - profecia concretizada.


gilmar daniel disse...

Sim! ele é Pedro O Romano!ora ele é Pedro pois é o único papa (além de Pedro) que não é europeu e também é Romano,primeiro por ser papa e também por ser descendente em primeiro Grau de italianos...profecias quase nunca tem interpretações literais! e "fugir delas" é impossível,abraço!