9 de fev de 2015

O Orichalco

Orichalco


Dando continuidade aos assuntos do post anterior sobre malha magnética, linhas ley, freqüências energéticas e medidas da geometria sagrada, agora um texto falando sobre o orichalco. O post anterior pode ser acessado aqui: A Vibração da Criação de Deus

Recentemente saiu na mídia que o "lendário metal da Atlântida" havia sido descoberto, uma espécie de mistura de cobre e zinco. Acontece que isso é apenas uma suposição (errônea por sinal, como veremos a seguir), como mencionado no próprio texto: "Mas sua composição, bem como sua origem, continuam incertas e sendo debatidas por estudiosos."

O texto pode ser visto aqui:  "Orichalco de cobre e zinco?"

Em um antigo texto do blog eu mencionei que o orichalco seria usado no futuro na geração de energia solar:

"Nesse cenário futuro, o orichalco terá importância fundamental, pois ele é um elemento que potencializa as características do ouro e dentre essas características está a de captar de forma inimaginável para a nossa atual civilização, a energia solar.

No futuro, uma fina camada de ouro com orichalco existirá em todas as casas e prédios do planeta, não será mais necessário energia elétrica ou atômica, a energia será gratuita e limpa, vinda diretamente do Sol. Da mesma forma o homem descobrirá os grandes chacras planetários da Terra, bem como as chamadas “linhas ley” que interligam energeticamente todo o planeta, usando essa energia em diversos processos, que no início proporcionarão o aceleramento da produção de alimentos (permitindo que no futuro a humanidade aumente consideravelmente sua população antes de ascender por completo ao plano astral, num processo que levará entorno de mil anos), assim como de elementos, como água e elementos atômicos ainda desconhecidos, até tecnologias de teletransporte, primeiramente entre pontos que liguem continentes diferentes e num momento mais avançado, permitindo que pessoas encarnadas possam viajar para colônias no astral e até mesmo outros planetas, pois a nova tecnologia trará o aprendizado de como criar portais com a energia dessas “linhas de transmissão” naturais que existem no planeta."

Nesse outro post falei sobre a origem química do orichalco e adentrei em algumas explicações sobre a utilização desse elemento:



Templo atlante, Atlântida
Templo atlante

Feitas essas considerações iniciais, vamos descobrir afinal o que é o orichalco.... seria o "ouro monoatômico" ou outra substância? Como os antigos atlantes e egípcios obtinham esse elemento. O texto a seguir foi extraído do livro "Brasil o Lírio das Américas"

O Orichalco

– Na Antiguidade existia uma pedra no topo da pirâmide de Gizé, a famosa pedra filosofal, formada por um elemento químico que apenas existe no plano astral, conhecido pelos antigos atlantes como orichalco.

– O ouro monoatômico? – Perguntei-lhe

– Quase isso José – Respondeu-me de forma serena a guardiã – O orichalco, assim como todo o elemento atômico, possui em seu centro fluido universal, a essência de todo o princípio material. Esse fluido, semelhante a chama de uma vela, porém mais brilhante e em movimento espiral horário e anti-horário, movimento que por sua vez gera a vibração das cordas, que por sua vez geram os componentes do nível subatômico e depois o nível atômico do átomo. A diferença do orichalco para os demais elementos químicos, tanto a nível material como a nível astral é que o orichalco conduz mais facilmente, acima de qualquer outro elemento, o fluido universal para o nível atômico, conferindo uma aparência tipicamente luminosa e semelhante a “luz sólida” em qualquer estrutura feita com esse material e, ainda que visível no plano físico como acontecia na época dos atlantes, vibra a tal ponto que mesmo visível como algo sólido, sua estrutura apresenta-se entre o sólido e o gasoso, literalmente algo como uma luz sólida.

– E o ouro monoatômico, como ele seria gerado? – Indaguei novamente

– Ele é simplesmente o que a humanidade conhece atualmente como ouro coloidal – Respondeu-me – São nanopartículas produzidas através de eletrólise, ou seja, a utilização de uma corrente elétrica contínua. A função da Arca da Aliança, tal qual um capacitor, era exatamente gerar essa corrente elétrica, mais precisamente através dos dois querubins existentes na Arca, que ao atingir o ouro modificava a órbita dos elétrons de cada átomo de ouro ao aumentar a positividade do núcleo atômico. Com o tempo de exposição adequado a essa corrente e temperatura adequada, os elétrons começavam então a conduzir fluido universal para o nível atômico, transformando o metal em uma pilha de pó, ao mesmo tempo em que liberava uma certa quantidade de fluido universal na forma de “luz sólida”.

Jeremias complementou então as informações da guardiã ruiva: – Esse pó, conhecido como ouro monoatômico ou ouro coloidal, de aspecto esbranquiçado apresentava uma quantidade pequena de fluido universal na órbita dos seus elétrons, o suficiente para interessantes experiências espirituais. Uma delas consistia em passar um pouco deste pó sobre os chacras superiores, localizados na cabeça.

– Com o objetivo de melhor conduzir a eletricidade do cérebro perispiritual para o cérebro físico, aumentando a capacidade de realizar projeções lúcidas! – Conclui eufórico para o gigante guardião 31

Após refletir alguns segundos, perguntei para Jeremias: – E como os grandes iniciados conseguiam criar orichalco?

Sorrindo diante da minha ávida curiosidade a respeito daquele tema, o guardião trouxe algumas explicações sobre o assunto: – Basicamente o orichalco só poderia e só pode ser criado em grandes centros de força.

– Os pontos principais que formam as quatro estrelas sobre a malha eletromagnética do planeta – O interrompi complementando seu raciocínio

– Exatamente – respondeu-me Jeremias –pois é através desses pontos especiais da malha energética que a Terra absorve fluido universal. Além disso, é necessário que exista uma pirâmide sobre esse chacra planetário, obviamente com uma base em formato de quadrado perfeito a semelhança do “Santíssimo” dentro do Templo de Salomão que abrigava a Arca “elétrica”. Na região central da pirâmide, alinhada ao centro do topo, o dispositivo elétrico (Arca) despeja uma corrente elétrica que permite a separação do pó de ouro e do fluido universal que é liberado ascende para o topo da pirâmide. Com um fluxo de fluido universal adentrando o topo da pirâmide e outro fluxo saindo, produzido pela eletricidade do capacitor (Arca), todo este fluxo de energia ficava concentrado exatamente no cume de Gizé. A partir daí, o sacerdote utilizava-se de um pequeno cristal de quartzo para controlar a freqüência da eletricidade produzida pela Arca através da ressonância do cristal na direção do topo da pirâmide, utilizando-se da própria energia mental para moldar o formato do ápice, com certa cota de ectoplasma doada por ele próprio, permitindo que a estrutura de orichalco fosse vista no topo da edificação por qualquer pessoa.

Pensei alguns instantes e então tentei chegar a uma conclusão: – Então o orichalco é um elemento químico gerado a partir do fluido universal emanado pelo ouro que necessita, para manter-se no plano físico, de fluido universal vindo através da malha magnética, e também uma estrutura que amplifique a vibração eletromagnética, no caso a pirâmide?

– Essa avançada tecnologia desenvolvida pelos atlantes – observou Anik – criava verdadeiros portais com outros planetas e sistemas estelares, permitindo não apenas viagens astrais lúcidas dentro da Terra, mas também para locais muito mais distantes em outros orbes. Você consegue compreender agora a importância desta avançada máquina em todo o processo que os guardiões precisarão realizar nos próximos anos no resto do mundo?

Sorri para a gigante de expressivos olhos violetas, compreendendo a importância daquela tecnologia milenar vista por muitos homens, ainda nos dias de hoje como uma “tumba” de faraós. Gizé foi um dia, depois do afundamento da Atlântida, o principal pólo de estudo e desenvolvimento, mental e espiritual do mundo antigo, a iniciação na senda do oculto de muitos espíritos.

– A grande pirâmide – Acrescentou Jeremias – possuía, na câmara dos reis, um elaborado sistema que permitia encher boa parte do recinto com água, em um ambiente hermeticamente fechado, reproduzindo apenas a freqüência energética dentro daquele ambiente. Essa imersão sensorial do iniciado em um ambiente de amplificação vibratória e utilização de elementos para aumentar a eletricidade do cérebro astral na direção do cérebro físico permitiam condições ideais para a realização de projeções astrais lúcidas, iniciando as primeiras experiências do aprendiz na realidade astral, um verdadeiro renascimento para a vida espiritual.

Refleti naquele momento sobre a grande tecnologia que a humanidade voltaria a utilizar quando a Terra adentrasse em uma Era de Regeneração, a ciência unida à espiritualidade, uma percepção mais ampla do mundo, mas, sobretudo, a certeza de que a jornada evolutiva e o domínio do próprio templo são longas jornadas por um caminho infinito até o verdadeiro conhecimento de si mesmo e da essência divina que vibra em cada ser.  (Brasil o Lírio das Américas, Capítulo VI - A Iniciação - páginas 175 a 180)

31Recentes estudos da biologia sintética comprovam a possibilidade das aplicações dessas propriedades do ouro. Um interessante artigo pode ser lido aqui:


Domo da rocha, a cúpula dourada
Domo da Rocha

O livro “Brasil o Lírio das Américas” estará em promoção no site do Clube dos Autores até o dia 14 de fevereiro por R$ 38,98 (330 páginas). 

Quem quiser um pdf com trechos do livro antes de adquiri-lo pode pedir pelo email profecias2036@gmail.com

Para acessar o link do livro no Clube dos Autores, basta clicar no banner abaixo:



Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:

Fórum Profecias 2036: 
http://www.profecias2036.com.br/forum/ 

12 comentários:

Grupo de trabalho disse...

Boa tarde José, os guardiões já lhe informarão qual o paradeiro da Arca da Aliança, e se ela ainda existe.

leidianellady disse...

Desculpe a minha ignorancia, mas se acaso o asteroide não cair? já vejo muitos documentarios falando sobre deter ele já em 2029, e não só americanos, mas russos e chineses também. Outra pergunta, É certeza de ocorrer uma 3ª guerra mundial? Caso não ocorra e o asteroide cair, como será o mundo? E se ocorrer o inverso, ocorrer a guerra e o asteroide não cair?
Existe alguma possibilidade de nenhum desses eventos?
Desculpe minha ignorancia, sou nova por aqui. :)

José Alencastro disse...

Olá Leidiane. Sobre as tentativas e idéias para evitar a queda do asteróide isso foi analisado neste texto aqui:

http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2014/04/asteroide-apophis-queda-em-22-anos.html

Quanto a terceira guerra (e a queda do asteroide), o proprio Jesus foi claro ao falar sobre o tema ao relembrar a profecia de Daniel, durante o sermão profético (Mateus capitulo 24). Essa profecia está analisada amplamente aqui:

http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2010/10/profecia-dos-70-periodos-e-seu-fim-em.html

Não bastasse tais referências do maior profeta de todos, existem vários outros profetas com vários acertos sobre o futuro (Nostradamus, João XXIII, Parravicini) que apontam claramente para uma grande invasão muçulmana na Europa a ponto de destruir por completo Roma e o Vaticano, algo também dito no Apocalipse.

Então, respondendo a sua pergunta: se não cair asteroide e não tiver terceira guerra? Então veremos que vários profetas de valor, entre eles o próprio Jesus, erraram em conjunto após, todos eles em conjunto, terem acertado várias profecias.

Considerando o grau de acerto desses profetas e o fato deles terem profetizado em conjunto sobre os mesmos temas (terceira guerra e vinda de algo dos céus contra a Terra) eu diria que a possibilidade de tais eventos não acontecerem é remota.

Abraço

Rafael Frigori disse...

Off Topic! José, gostaria que você comentasse sobre a Profecia de Nostradamus (Centúria IX, Quadra 44): "Saiam, saiam todos de Genebra. Saturno de ouro em ferro se mudará. Aqueles contra Raypoz serão exterminados. Antes do ataque o céu mostrará sinais". Estão comentando na web, em páginas em inglês, que teria algo a ver com um desastre iminente a ocorrer no LHC quando este for religado em Março deste ano.

José Alencastro disse...

Olá Rafael

Essa semana ainda eu monto um texto, pra colocar no blog explicando essa profecia.

Catita Accessories disse...

bom dia José, saudações
procurei no blog e não achei nada a respeito, talvez esteja displicente. rsrsrrs
há algunma novidade , ou seja recebeu alguma informaç]ão espiritual, quanto as manifestações atuais contra o PT em todo o Brasil ?
Corremos o risco de intervenção militar ?

grata

abraços

José Alencastro disse...

Olá Catita

Amplas informações sobre o momento atual do país foram relatadas no livro Brasil o Lírio das Américas, lançado antes do segundo turno das eleições de 2014. Da mesma maneira no primeiro post de 2014 no blog com as previsões para o ano eu falei que teríamos um escândalo maior do que o mensalão envolvendo gente mais poderosa.

O post com o texto falando sobre o homem do cavalo branco e que fala como acontecerá esse processo de mudanças está aqui:

http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2014/10/brasil-o-homem-do-cavalo-branco.html

Abraço

Edson Siqueira disse...

Zé a respeito da Arca da Aliança qual o seu real paradeiro? Pois vendo o Alienígenas do Passado hoje eles mencionaram sobre o poder da arca e sobre a esfinge e as pirâmides de Gizé e seus segredos ocultos falaram um pouco do que você expôs nesse texto em relação a viagens através de portais eles exageram um pouco achando que tudo é obra de extraterrestres mais foi interessante esse episódio Mas onde foi parar a verdadeira Arca da Aliança? E Zé seu livro sobre a Atlântida falará sobre as pirâmides e as esfinge de Gizé até o momento só uma esfinge foi descoberta vlw,obrigado!!!!

José Alencastro disse...

Olá Edson, sobre essa questão das duas esfinges (mostrada na estela do sonho no Egito) eu falarei amanhã em um texto no blog.

Quanto a Arca da Aliança, um dos temas centrais desse post sobre o orichalco eu deixei a pista nas 3 imagens do post e vou colocar mais uma no post de hoje na fanpage sobre uma profecia do Parravicini. Quem tiver olhos de ver que veja e reflita sobre qual seria o caminho dela desde a saída do Egito e a passagem pela muralha de Jericó

José Alencastro disse...

Os livros da Atlântida serão 3 e ainda terá um quarto com alguns detalhes e curiosidades que não poderei colocar na trilogia pra não atrapalhar o fluir da história.

É um projeto que vai levar alguns anos pra ser totalmente materializado, pois tem história pra umas 2 mil páginas :)

Edson Siqueira disse...

Vlw, Zé obrigado pela resposta vou olhar quantas vezes for necessário até achar o caminho que a arca levou esse final de semana o Alienígenas do Passado veio com essas histórias muito interessante parece até que eles pesquisando o blog antes de fazerem a pauta dos assuntos e eles não são tão malucos como muitos pensam tem informações relevantes

Edson Siqueira disse...

Ano que vem sai o primeiro volume com esses assuntos já antigos já estou na expectativa ainda mais sobre uma história da humanidade queixosos poucos parece vir as claras esclarecendo a humanidade sobre seu passado