7 de jul de 2017

A Espada de Miguel – Os Recentes Acontecimentos e o Futuro Próximo da Europa



No início de junho vivenciei uma experiência projetiva ligada ao continente europeu e que trouxeram informações que apesar de previsíveis, não são das melhores. Previsíveis pois sabemos que as facções umbralinas, diante do prazo diminuto para o ápice da Transição Planetária, não retrocederiam mesmo diante das últimas derrotas em solo europeu. Como previsto nos texto do blog, ações perpetradas pelas hostes trevosas tentaram viabilizar a eleição de Le Pen e estimular ainda mais a xenofobia, sobretudo na Inglaterra após a saída dos ingleses da zona do Euro. Tudo isso, como explicado em detalhes no livro “Armagedoom 2036” faz parte dos planos das sombras para estimular que os muçulmanos da Europa abracem a ideologia radical do Isis e para isso precisam estimular a xenofobia e governos mais voltados para essa ideologia, com o intuito de enfraquecer a União Européia e facilitar o crescimento de células radicais islâmicas em solo europeu. Exatamente por isso os recentes ataques, em especial próximos da eleição francesa. Tudo isso foi previsto e analisado nos textos a seguir:


A profecia sobre a eleição de Macron e sobre os atentados próximos as eleições:


Sobre a Inglaterra e os recentes atentados:


A vitória de Macron, a união do povo de Londres entorno do seu prefeito de origem muçulmana e do combate a xenofobia foi um duro golpe contra o plano das trevas. Mas uma reação dos trevosos era esperada e em momentos de pânico, as vésperas do grande exílio planetário de 2036, mesmo antigos magos das sombras que até poucas décadas lutavam entre si pelo poder cogitaram unir forças para enfrentar um inimigo maior e implacável: a grande limpeza e preparação para Era Nova que os emissários do Cristo (guardiões, equipes socorristas, técnicos em diversas áreas) vêm realizando dentro de um cronograma para menos de 20 anos, quando a Terra vivenciará o auge dos eventos da Transição.

Sobre essas alianças muito já foi revelado, tanto no livro “Armagedoom 2036” (de 2015) como no livro “Brasil: Ordem em Progresso” (de 2016) apontando a natureza de alguns dos principais grupos astrais que têm influenciado os encarnados, em especial no caso do Brasil o grupo que atuou entre os jacobinos na revolução francesa e depois entre os bolcheviques na revolução russa e que atualmente agiram sobre o partido dos trabalhadores e toda a estrutura política ligada ao marxismo que ganhou força a partir dos anos 80. Em ambos os livros é esclarecido que a verdadeira liderança por trás das investidas das sombras sobre a América do Sul (incluso Brasil) não está nem em Cuba e nem em magos negros da região astralina das Américas e muito menos no Foro de Sp, todos eles são apenas tentáculos que agem a mando de um poder central, localizado exatamente na Rússia, tanto a nível astral como físico.

Sobre algumas dessas alianças vale mencionar o texto a seguir antes de citar o trecho do livro “Brasil: Ordem em Progresso” entre as páginas 124 e 129:

– Esse projeto é de natureza transnacional, reúne diversos grupos em diversas colônias umbralinas do mundo com várias ramificações no mundo físico, ainda que prioritariamente as colônias e pontos mais poderosos desse projeto estejam nas regiões do território russo, em especial nas proximidades de Moscou.

Enquanto eu e os demais amigos espirituais observávamos o relato de Anik que era profunda conhecedora daquela região astralina, ela prosseguiu:

– Putin é uma das lideranças do projeto jacobinos, a mais forte entre os encarnados, projeto que está aliado temporariamente ao grupo do mago negro do califado que está na fronteira da Síria com o Iraque. Ainda que inimigos na questão da Síria, pois Putin apóia Assad enquanto o mago negro do califado está lutando contra Assad, ambos têm um interesse comum em aumentar o radicalismo entre ocidente e oriente, entre cristãos e muçulmanos: o mago negro russo porque a precipitação de um conflito de grandes proporções para os próximos meses atrapalharia o cronograma dos guardiões sobre a Rússia a partir de 2018, favorecendo os interesses do déspota russo e ocasionaria o aumento do preço do petróleo que tem sofrido há vários meses com o valor baixo do barril de petróleo, enquanto que o aumento da xenofobia e ataques sobre o mundo islâmico ajudaria no discurso de ódio dos radicais islâmicos contra o ocidente, favorecendo assim as intenções do "mago negro projetor" que comanda o grande grupo de radicais na Síria.

Inspirada a guardiã prosseguiu transmitindo um tom grave de preocupação diante daquele cenário:

– Os dois grupos, tanto as colônias astrais russas aliadas ao projeto jacobinos como o grupo ligado ao mago negro da Síria e que apóia a expansão do califado do grupo de radicais wahabittas do estado islâmico, desejam a mesma coisa: a escalada do terrorismo e a intensificação da xenofobia contra o mundo islâmico, buscando transmitir a idéia no Ocidente de que todos os muçulmanos seriam terroristas em potencial, uma grande falácia que visa exatamente permitir que o grupo radical atraia cada vez mais pessoas que moram na Europa e Estados Unidos para atentados terroristas, seja como "lobos solitários" seja como pequenas células ou milícias terroristas, com o objetivo de acirrar os ânimos, precipitar um conflito bélico de grandes proporções envolvendo Europa e Oriente Médio evitando que o cronograma dos guardiões de limpeza das zonas umbralinas do mundo seja realizado nos próximos 20 anos, em especial na região astral que é a base do projeto jacobinos (Rússia).

Ponderei alguns segundos diante daquelas informações e comentei junto aos três amigos espirituais:

– Há ainda um problema nascente que é o desejo do líder turco Erdogan exterminar a população curda da região como futuramente estabelecer uma aliança com o califado islâmico para reavivar o antigo império turco otomano, englobando territórios da Turquia, Síria e Iraque, criando uma “zona bélica” capaz de atrair outras nações de maioria muçulmana nas regiões geográficas próximas, reavivando antigos discursos de guerra religiosa, seja sobre a Europa como vingança das Cruzadas ou contra os israelenses pelos recentes confrontos nas últimas décadas.

 Com um olhar expressivo e preocupado Anik completou:

– Ainda que essa aliança militarizada de radicais islâmicos represente um grande perigo para as aspirações expansionistas de Putin na região, buscando reavivar o antigo império soviético, ao mesmo tempo ele sabe que na atual conjuntura política e econômica com o petróleo em valores baixos e a China avançando em alianças comerciais na região, somente um confronto bélico permitirá que a Rússia volte a se afirmar na região. Os dois grupos, jacobinos e do mago negro da Síria ligado aos radicais islâmicos, sabem que essa tática vai gerar uma guerra entre eles, no mundo físico e astral, mas ao mesmo tempo vai atrapalhar a ação dos guardiões na região, criando problemas que podem ficar muito sérios, caso lideranças de extrema direita, como é o caso do candidato republicano às eleições americanas chegue ao poder, pois o objetivo final é precipitar uma terceira guerra e atômica, comprometendo todo o cronograma programado para o processo de exílio planetário que a Terra vivenciará em duas décadas.

– Um cenário muito difícil, ainda que esperado – comentou Jeremias – pois sabíamos que as trevas em desespero diante do processo de higienização astral intensificariam as guerras e o caos diante do inevitável exílio, mantendo antigos padrões emocionais de ódio e rebeldia, não aceitando as leis do Cristo e o governo planetário do Grande Conselho."

Todas essas informações trazidas nos últimos anos, em especial sobre a previsão da queda do marxismo/bolivarianismo na América do Sul entre 2012 e 2017 trazida pelos guardiões de Miguel através das equipes de Anik e Jeremias (cronograma completo no livro “Brasil o Lírio das Américas” de 2014) explicam porque o cronograma dos guardiões que estão organizando o processo da Transição Planetária até o seu ápice em 2036 colocaram como principais áreas de atuações o Brasil e América do Sul/central entre 2012-2017 e a partir desse ponto um ostensivo trabalho sobre a Rússia (2018-2029) e Europa (2023-2029), pois a partir que a ação das milícias umbralinas (ligadas ao território russo em seu poder central) fossem neutralizadas no Brasil e América do Sul/central, o foco principal dessas milícias se voltaria para a Europa de forma mais intensa, através da união das milícias ligadas a Putin e o do Isis. Em virtude disso é que o cronograma apontou para cinco anos de ataques intensos nas zonas umbralinas do território russo tendo por objetivo enfraquecer essas forças trevosas (e ao mesmo tempo isso vai ajudar na própria situação da Europa) para que após esse período, entre 2023 e 2029 uma ação ostensiva conjunta aconteça na Europa e Rússia, deixando para os 7 anos finais antes do grande ápice das regiões que estarão mais diretamente envolvidas no Armagedon, leia-se Eua, China e Oriente Médio (tudo isso é detalhado nas três obras que escrevi e citei aqui).

Agora que sabemos como as coisas andam nos últimos anos e meses na Europa, com informações trazidas pelos guardiões e comprovadas pelos fatos (pois falaram sobre eventos futuros que ocorreram), vamos entender os mais recentes acontecimentos e o que as trevas andaram aprontando como contra ofensiva.

O que relatarei sobre a experiência projetiva ocorrida no início de junho está intimamente ligado aos eventos narrados no blog ao final de outubro de 2016 (ás vésperas da eleição americana) quando uma grande estrutura astralina unindo as zonas umbralinas controladas por Putin, pelo mago negro encarnado do Isis e as entradas astralinas no território americano que ficam no astral na contrapartida de torres, cassinos e hotéis pertencentes ao magnata americano Trump. Tudo isso está detalhado no texto a seguir a partir da imagem do Dr Estranho ao final do texto:


Em informação trazida entre as páginas 79 e 80 no livro “Armagedoom 2036” descobrimos qual o grupo de espíritos trevosos está apoiando o atual governo de Trump e por conseqüência está aliado, agora, ao grupo russo de Putin e ao grupo islâmico do mago negro do Isis, a verdadeira aliança “globalista” das trevas para destruir a União Européia:

"Segundo os arquivos akáshicos que pesquisamos, boa parte da nação do Nilo na sua esfera política e religiosa reencarnou em muitas oportunidades no seio político e religioso do Império Romano e mais recentemente nos últimos três séculos nos Estados Unidos, sendo que os mais radicais desse grupo de espíritos acompanharam alguns dos piores ditadores do Império Romano, defenderam ostensivamente a escravidão na época da Guerra da Secessão americana e mais recentemente as idéias de Hitler e da expansão bélica promovida pelo governo Bush"

Em um recente texto publicado no grupo expliquei porque o marxismo (extrema esquerda) e o nazismo (extrema direita) são faces da mesma moeda, inclusive quanto a própria criação do nazismo a partir do partido nacional socialista dos trabalhadores alemães, o que também explica o apoio de Putin (notório marxista da kgb) a uma candidata de extrema direita na França (Le Pen):

Marxismo e nazismo: as duas faces da mesma moeda:


Com esse longo preâmbulo temos todas as peças geopolíticas no tabuleiro umbralino mostrando a união de forças poderosas, com espíritos que atuaram recentemente na história européia (romanos, jacobinos, nazistas) e russa (bolcheviques e todo o movimento decorrente do marxismo) unidos para destruir a União Européia


UMA EXPERIÊNCIA PROJETIVA EM SOLO EUROPEU

Na companhia de Anik fui teletransportado através da vigorosa força mental da guardiã até que chegássemos em um local de aspecto peculiar: uma grande sala toda feita com pedras e com um teto bem alto. O local lembrava o aspecto lúgubre dos antigos castelos da civilização européia. Sem que ela pronunciasse uma única palavra, prosseguimos caminhando pelo local através de alguns corredores e escadarias até que chegamos a um recinto muito semelhante as estruturas atuais dos prédios e casas que vemos no dia a dia: um local com mesas e alguns computadores (notebooks) que alguns jovens, entre 18 e 30 anos utilizavam. Notei duas situações curiosas: a primeira delas é que Anik tinha se metamorfoseado em uma pequena criança de seus 9-10 anos que circulava de forma inocente pelo ambiente ainda que permanecesse mentalmente ligada a mim. A segunda situação peculiar é que os jovens falavam na sua maioria em inglês e alemão. Anik percebendo que eu não entendia o que estava acontecendo (ainda) pediu que eu me concentrasse e observasse com atenção o local.

Nas experiências projetivas é natural que muitas vezes, pela interferência do cérebro físico e do onirismo (quando a mente consciente tenta decodificar em imagens aquilo que o inconsciente está captando) algumas informações que são passadas antes da missão em si não sejam plenamente arquivadas. Eu sabia, naquele momento, que estava participando de alguma missão dos guardiões e como Anik havia utilizado um disfarce e o ambiente parecia muito tranqüilo, com jovens projetados naquele local, certamente no astral intermediário (na contrapartida física da superfície terrestre a nível vibratório) plasmando uma realidade muito semelhante àquela que existia no físico eu compreendi que aquela missão não era de ataque, mas tão somente de pesquisa, análise, verificação ou para utilizar um termo mais pomposo uma auscultação psicossométrica

Um jovem com aproximadamente vinte e poucos anos trajando uma calça jeans e um casaco percebendo que eu estava um pouco perdido no local começou a falar em inglês comigo, o que permitiu que o meu cérebro astral já familiarizado com o idioma pudesse compreender o que ele dizia:

– Muito bonito esse lugar não é mesmo? Muitos visitantes de várias partes do mundo interessados na história visitam essa região – comentou de forma amistosa

Enquanto sorri de forma simpática para o jovem que também estava projetado, observei que havia um pequena entrada na parede com uma escadaria que levaria a um andar superior. Comentei com o jovem:

– Para onde será que aquela escadaria leva? – apontei na direção da parede

– Não consigo enxergar, só vejo uma parede ali – respondeu o jovem certamente pensando que eu estava maluco. Ao olhar novamente para o mesmo local vi Anik (na forma de uma criança) correndo em frente aquela parede, distante de mim uns vinte metros e falando mentalmente comigo:

– Eles não conseguem enxergar José, essas entradas escondidas na fachada estão muito bem guardadas.

Em frente a parede Anik fez um sinal com os olhos na direção da entrada, pedindo mentalmente para que eu fosse naquela direção sem que fosse notado pelos demais jovens, entretidos com os aparelhos eletrônicos e conversas em pequenos grupos. Discretamente adentramos a pequena entrada, com pouco mais de um metro e meio de altura. Então uma sensação estranha e ao mesmo tempo peculiar tomou conta de mim: senti que estava novamente no mesmo castelo com várias escadas e armadilhas mentais que existe no astral da Rússia e comandado pelo mandatário russo, o mago negro Putin (maiores informações no livro “Armagedoom 2036” que narra essa missão)

– Que lugar é esse Anik? – perguntei um tanto inquieto enquanto a guardiã russa ainda plasmada na imagem de uma menina, captando meus pensamentos respondeu:

– Não estamos na Rússia, José. Estamos na Alemanha. Venha comigo, não temos muito tempo e eu preciso do seu ectoplasma e da sua lucidez para a espionagem que faremos nos próximos minutos – disse sorrindo e de forma segura

Subimos alguns lances de escada que era toda de pedra e cercada por paredes de perda, um ambiente bem escuro que era iluminado apenas por um pequeno facho de luz das mãos da guardiã, permitindo que eu enxergasse aquela estrutura sob uma suave penumbra. Apesar de o lugar parecer um tanto sinistro a curiosidade para saber o que iríamos espionar era maior.

Finalmente chegamos à um pequeno recinto, com não mais do que 50 metros quadrados. Percebi alguns armários e estantes, muitos livros, documentos, algumas estátuas que lembravam o império romano, uma imponente águia dourada na entrada (símbolo do grupo de espíritos que comandavam aquele local e que encarnavam há vários séculos na Terra). Anik abriu uma das gavetas e puxou algo que parecia ser um quadro emoldurado, quase do seu tamanho naquela forma infantil e abriu a estrutura em um dos seus dispositivos, mostrando que aquilo na verdade era um livro com algumas lâminas de vidro e dentro dessas lâminas vários documentos. Utilizando um pequeno dispositivo eletrônico a guardiã “fotografou” cada uma das lâminas e seu conteúdo. Sorrindo pra mim enquanto folheava o livro em forma de quadro ela disse:

– Veja: temos a prova definitiva que o antigo grupo 666 está ativo na Europa, unido a outros grupos perigosos com um objetivo muito claro: separar a Alemanha do resto da Europa e trazer novamente o terror da guerra para o solo europeu – disse com um olhar satisfeito ao cumprir a missão enquanto guardava aquele livro na gaveta

– Grupo “666”? – perguntei intrigado

– Os antigos egípcios, romanos, nazistas e principais influenciadores da ala mais bélica da atual política norte americana, um grupo de espíritos que jurou há milênios lealdade ao Sol das Trevas, o 666, o schawarze sonne e que construíram nesse prédio na época da grande guerra um portal das trevas que quando ativo ligava essa região diretamente à serpente primitiva, a líder do grupo mais perigoso de entidades trevosas do abismo.

Ao longe sons começaram a ecoar pela escada. Era chegado o momento de partirmos antes que os milicianos chegassem ao local. Após retornar ao corpo físico fui orientado por Anik a colher maiores informações e reler algumas das pesquisas que havia realizado anteriormente, pois dessa forma ela poderia transmitir maiores informações sobre o que estava acontecendo. Com as informações trazidas ao final da experiência projetiva descobri claramente o local que havia espionado: o castelo de Wewelsburg, no qual foi cravado na pedra o símbolo do Sol das Trevas, local que os nazistas esperavam erguer o reino de mil anos de poder sobre a Terra. Conhecia um pouco da história daquele lugar, mas a imagem de jovens naquele local não fazia sentido pra mim. Foi então ao pesquisar um pouco mais na internet e descobrir que parte do local era agora não apenas um museu, mas um “hostel” (albergue para jovens) que entendi a visão dos jovens no local.

A aliança daquele grupo extremista ao governo Trump, juntamente com o grupo do mago negro russo e com o mago negro da Síria e Iraque, unidos para destruir a zona do Euro, separar a Alemanha da Europa e eleger um governo de extrema direita em solo alemão era o plano traçado para os próximos meses e anos após as derrotas que as sombras enfrentaram na Inglaterra e na França recentemente.

Os dois grandes incêndios ocorridos em 13 e 18 de junho na Inglaterra e em Portugal como esclareceu Anik posteriormente enquanto eu realizava as pesquisas foram um recado claro das trevas para os demais grupos trevosos que atuam na Europa de que a guerra não havia acabado e que agora o Sol das Trevas (sol, calor, fogo) voltaria a plena atividade em solo europeu e pior ainda, com as sombras organizando atentados para motivar radicais (seja islâmicos ou da causa de extrema direita) não apenas a utilizaram armas e veículos contra civis, mas também incêndios

A idéia de reativar o antigo QG dos nazistas como ponto central de ação daquele grupo de espíritos trevosos na Europa estava sendo arquitetada a algum tempo pelas sombras. O castelo de Wewelsburg está localizado em uma região da Alemanha conhecida como Renânia do Norte-Vestfália e é exatamente nessa região que está a região de Colônia, Dortmund e Dusseldorf, que além de ficarem na região de fronteira com a Bélgica ainda faz uma espécie de vértice de um triângulo, um triângulo das trevas com Paris e Londres, também próximas. Curiosamente é em Colônia e Dortmund que recentemente tivemos os principais atentados em solo alemão.


As investigações realizadas pelo grupo de guardiões de Anik e Jeremias que descobriram os planos das trevas para as eleições francesas (apontando com dia exato quando aconteceriam os atentados) chegavam agora no coração do plano das trevas para implodir a Europa, mostrando que a ousadia das sombras estava longe de ter limites. Uma perigosa aliança envolvendo três grupos poderosos das trevas e poderosos mandatários políticos (Trump, Putin além dos partidos de extrema direita europeus) estava em ebulição e com um objetivo muito claro: destruir a zona do Euro e reacender os ideais nazistas, só que dessa vez elegendo todo o povo muçulmano como os “impuros”, tendo como claro objetivo fomentar o ódio da comunidade islâmica dentro da Europa e iniciar uma guerra dentro da própria Europa.

Muito de como isso vai progredir vai depender das escolhas dos habitantes da Europa: se alinhadas as ações escolhidas pela maioria do povo francês e inglês e atualmente na Alemanha, buscando uma saída que proporcione a integração de europeus e muçulmanos, combatendo o terrorismo e não o mundo islâmico ou se a saída escolhida será o discurso extremista e de xenofobia. Os desafios serão grandes e o foco da vez é a Alemanha.

A batalha estava apenas começando e a cada dia, com novas informações, ficava mais clara a necessidade da grande ofensiva que se iniciará a partir de 2018 contra o mago das trevas encarnado mais poderoso atualmente: Vladmir Putin.

O cronograma da Transição Planetária está definido e apesar das tentativas das sombras, nada vai impedir que em 2036 a espada de Miguel realize o grande expurgo.

Para finalizar o assunto aconselho dois textos longos e importantes para que o leitor descubra ou recorde (caso já esteja familiarizado com os temas do blog e livros) temas importantes sobre o assunto da Transição Planetária: geopolítica mundial do ponto de vista do trabalho que os guardiões vêm realizando o cronograma mundial dos guardiões até 2036, explicando porque 2036 como o auge dos eventos da Transição e porque em 2057 entraremos em uma Era Nova (Era de Luz, Regeneração), explicando porque não existem outras datas ou cronogramas ou “ficções” para a realidade dos eventos já planejada pelo próprio Jesus há quase dois mil anos: 
  
Quem já leu ou não leu e quiser um “resumão” sobre a situação da geopolítica brasileira e mundial aconselho a leitura do texto a seguir após a leitura deste post, pois o texto é bem grande:     

Resumão sobre geopolítica mundial e brasileira



A Espada de Miguel e o cronograma da Transição Planetária até 2036:




E sobre o Brasil, confirmando o que falei anteriormente:

Sim, Temer vai cair (procurem o texto na fanpage de final de dezembro de 2016 com a imagem de Saturno e sua foice)

Sim, Lula será preso

Sim, as investigações da Lava Jato continuam (ainda que a força tarefa tenha sido incorporada a outra unidade da PF por conta do corte de verbas feito pelo vampirão) e como disse anteriormente Cunha vai delatar sim e vem mais rojão para o vampirão e para a tchurma vermelha.

Não, Álvaro Dias não será eleito presidente do Brasil

Não, nenhum candidato da esquerda marxista será eleito presidente (Ciro, Marina, qualquer um do perda total, psol, pc do b e congêneres)

Sim, como disse nas obras que lancei o próximo presidente do Brasil não tem ligação com corrupção, vai combater duramente a corrupção, terá na busca da segurança e da manutenção da ordem a principal bandeira, vai dar seguimento ao faxinão que o Moro começou com a Lava Jato

Nada vai mudar o destino do Brasil e nem o cronograma da Transição Planetária, ambos planejados a muito tempo pelo sábio Rabi da Galiléia. Nada vai adiar o auge dos eventos de 2036, nem as trevas, nem achismos e nem ficções. 

Ah.... e não, não foi coincidência publicar esse texto em 7/7/2017. Entendedores entenderão.


10 comentários:

Ricardo disse...

Como sempre meu amigo, textos bem elucidativos. Fico bastante aliviado que nenhum das esquerdas será eleito. Mas teremos, o Temer saindo, um Presidente Tampão que poderá ser amigo dos esquerdistas e que ainda poderá fazer muito estrago (estão falando do Rodrigo Maia que também está sendo investigado). Em 2018 pelo visto será a retomada (depois da eleições) que se iniciarão em 2019. Finalmente.

marcelo faria disse...

Afinal, quem será esse(a) candidato?

joão arthur abreu disse...

josé as trevas tem um serio problema em aceitar derrotas mas quando a situação aperta eles se unem em um propósito maligno.

Pedro Augusto Castro Vieira disse...

Há chances do Bolsonaro se eleger? estou com medo.

FAGNER TADEU BORGES VILAÇA disse...

Deus te ouça que a esquerda não ganhe as proximas eleiçoes.

Bruno Rosa disse...

E o Livro da Atlantida José, estamos esperando!

Thiago Sena Nogueira disse...

José, esse futuro presidente preocupado com a segurança e com a ordem pode ser Bolsonaro?

Bruno Abdalla disse...

Tenho uma curiosidade: porque o nacional socialismo ainda existe e desperta interesse? o que tem de filmes,revistas de história documentários jogos de videogame com a temática NS é impressionante.O fascínio por esse tema é inexplicável.

edy-in-sanno disse...

Ansioso pelo fim da corrupção e prisão dos corruptos. O Brasil já sangrou muito nas mãos deles. O povo merece uma vida melhor.

Starlin disse...

Jose, esta prevista alguma crise financeira mundial para o futuro proximo? Tenho ouvido falar que em 2017/2018 ocorrerá algo dessa estirpe.