9 de mar de 2013

Orichalco e o Futuro da Humanidade

Atlantida e o orichalco


Pergunta que recebi nos comentários do post : AQUI 


“José, muito bom texto!!! Mas fiquei com uma dúvida aqui: "quando a humanidade redescobrir o conhecimento atlante, em boa parte guardado no subsolo das areias egípcias entre a Esfinge e a pirâmide de Khufu, aí sim novamente o orichalco, o ouro atlante, será materializado” Bom, eu imagino que apenas seremos capazes de encontrar após a passagem do apophis não é? mas se após o apophis nós vamos ter uma sociedade mais voltada para o lado espiritual, qual seria a utilidade disso nesses tempos? Plus: Uma coisa levou a outra aqui, seria interessante um texto que falasse como ficará o mundo após 2036 até a regeneração, mas seria interessante principalmente falar o que nos aguarda no ponto de vista fora da espiritualidade, essa questão do orichalco me fez querer saber como será as relações interpessoais dai pra frente, ainda teremos comércio e industrias a todo vapor até a subida energética? Bom, fica aí uma sugestão de texto pra página, se for possível é claro!” (Bruno)

Então Bruno, a ciência que os chamados “magos brancos” ou “magos da luz” desenvolveram na Atlântida, e que foi responsável por várias Eras de Ouro ao longo do último milhão de anos naquelas terras do Atlântico que afundaram a aproximadamente 12 mil anos, era baseada não apenas na criação de equipamentos tecnológicos, mas sobretudo em formas de desenvolver as capacidades mentais e energéticas das pessoas, integrando essas capacidades com as energias disponíveis naturalmente no planeta, sobretudo no plano astral e mental, e dessa forma toda a aparelhagem que fosse construída não respondia apenas a estímulos mecânicos ou físicos, mas sim a estímulos que aproveitassem mais a capacidade mental e energética da pessoa, assim como a capacidade energética disponível em planos superiores ao físico.

Esse era o diferencial da tecnologia atlante e que serviu de modelo para a tecnologia que temos hoje. A internet, por exemplo, é uma grande egrégora digital, alimentada e acessada por milhares de pessoas, os computadores utilizam cristais como o silício em seus processadores e já existem cientistas que ao observarem o funcionamento das moléculas do DNA, que é semelhante aos processadores dos computadores, pretendem criar no futuro computadores com processadores de DNA e não mais de silício.

Na Atlântida isso já existia, não era necessário um computador físico, a própria pessoa ‘tinha” um computador dentro de si, não era necessário telefone celular, a comunicação era mental, a internet era o próprio Akasha e as potencialidades biológicas, como anular o campo de gravidade ao redor da aura (campo eletromagnético humano) eram plenamente conhecidas, apesar de hoje existirem alguns estudos orientalistas que mostram palidamente esse potencial, através do Qi Jong e do estudo do Chi.

O que está escondido nas areias egípcias são tratados a esse respeito que foram feitos pelos próprios atlantes. Pequenos pedaços de cristal vítreo que se fossem encontrados hoje seriam inacessíveis para a tecnologia que temos hoje, mas que guardam informações de todas as ciências atlantes ao longo dos éons, que estão escondidos ao longo de várias salas subterrâneas, com alguns papiros de origem egípcia que nada mais são do que estudos que os egípcios fizeram baseados nesse conhecimento e uma forma de disfarçar o verdadeiro conhecimento, que não está nos papiros, mas sim nos cristais.

A função do Apophis e da Grande tribulação em 2036 é realizar o exílio planetário, a separação dos lobos e dos cordeiros, permitindo que a Terra deixe de ser o mundo expiatório que é hoje e possa adentrar numa nova era de regeneração e luz, que só virá após esse exílio. Essa tecnologia será herdada apenas pelos mansos e pacíficos e potencializará a capacidade de perceber e sentir a realidade espiritual dos que reencarnarem na Terra na era de Regeneração.

Sobre a Terra do futuro: falei um pouco sobre esse assunto em alguns textos do blog sobre a Transição Planetária. O grande problema não está no sistema econômico e político, seja capitalismo ou socialismo, parlamentarismo ou presidencialismo. Uma pessoa justa, honesta e correta quando cercada de outras pessoas justas e honestas sempre fará um bom governo, independente do sistema que se utilize, da mesma forma o sistema econômico, tanto o capitalismo como o socialismo tem seus pontos positivos, mas que acabam sendo usados de forma negativa pela atual civilização em processo de expiação, pois em sua grande maioria se preocupam com o pessoal e não com o coletivo.

O capitalismo, por exemplo, na teoria é ótimo: quando mais se produz, mais se consome, e assim existe cada vez mais emprego e mais riqueza, mas na prática quanto mais se consome mais os preços aumentam ao invés da produção aumentar (a “lei” da oferta e da procura), se inicia o processo inflacionário e de recessão, com o governo “ajudando” ao cobrar impostos altos, exagerar nos gastos com pessoal e permitindo que a corrupção desvie os recursos do seu real destino, não por culpa de um partido, mas porque coletivamente muitas pessoas envolvidas no processo permitem e compactuam com a corrupção. Se todas as pessoas fossem realmente honestas, bem intencionadas, não aceitassem corrupção, independente do sistema de governo, a própria população regularia o bom uso e gestão desses recursos, tendo o governo como um espelho das suas próprias intenções.

Não adianta criar regras de mercado (capitalismo) ou controle estatal (socialismo) se em essência a sociedade não possui evolução moral para progredir coletivamente, com pensamento no crescimento coletivo ao invés do crescimento individual em primeiro lugar, pois uma sociedade que pensa no progresso sabe que é impossível haver equilíbrio quando existem milhões de miseráveis e uma pequena elite abastada, da mesma forma que não há como existir progresso se alguém ganha um salário ou rendimentos mensais mil vezes maior do que outra pessoa, pois não existe serviço ou atividade que valha mil vezes mais do que outra.

A sociedade do futuro, após a reconstrução física, política e social a nível mundial após os eventos do ápice da Tribulação, progredirá para um sistema mais justo e equilibrado, refletindo o padrão dos novos moradores, mais interessados no aprendizado, no crescimento interior pela espiritualidade e busca de conhecimento nas diversas áreas do conhecimento humano, como ciências e artes por exemplo. Os serviços serão cada vez mais realizados pelas máquinas, enquanto que os bens e serviços para a população serão cada vez mais voltados para o coletivo, acabando com a propriedade privada em muitos casos, como por exemplo, na questão do transporte, no futuro ninguém mais terá o próprio carro, ou a própria moto, avião ou helicóptero, os serviços serão coletivos e suficientes pra todos, inclusive com clubes gratuitos pra quem quiser passear especificamente com um veículo, o mesmo ocorrerá com educação e saúde, as pessoas trabalharão não pelo salário, pois um valor padrão será garantido pra todos e um extra para atividades diferenciadas, que mesmo assim não será mais do que 5 vezes o valor padrão, as próprias estruturas comerciais terão como objetivo garantir uma produção cada vez maior, que gere mais riqueza pra coletividade.

Não haverá mais barreiras alfandegárias, pois a produção será planetária para atender as demandas mundiais e não de um estado ou país. É algo muito diferente do que vemos hoje, pois certos desajustes morais e desequilíbrios não irão mais existir, permitindo que a sociedade tenha um novo entendimento sobre o que é progresso e coletividade. São mudanças inviáveis no atual momento, pois entorno de 2 terços da humanidade não está apta pra se adequar a essa nova realidade, por isso a necessidade do exílio planetário.

Nesse cenário futuro, o orichalco terá importância fundamental, pois ele é um elemento que potencializa as características do ouro e dentre essas características está a de captar de forma inimaginável para a nossa atual civilização, a energia solar.

No futuro, uma fina camada de ouro com orichalco existirá em todas as casas e prédios do planeta, não será mais necessário energia elétrica ou atômica, a energia será gratuita e limpa, vinda diretamente do Sol. Da mesma forma o homem descobrirá os grandes chacras planetários da Terra, bem como as chamadas “linhas ley” que interligam energeticamente todo o planeta, usando essa energia em diversos processos, que no início proporcionarão o aceleramento da produção de alimentos (permitindo que no futuro a humanidade aumente consideravelmente sua população antes de ascender por completo ao plano astral, num processo que levará entorno de mil anos), assim como de elementos, como água e elementos atômicos ainda desconhecidos, até tecnologias de teletransporte, primeiramente entre pontos que liguem continentes diferentes e num momento mais avançado, permitindo que pessoas encarnadas possam viajar para colônias no astral e até mesmo outros planetas, pois a nova tecnologia trará o aprendizado de como criar portais com a energia dessas “linhas de transmissão” naturais que existem no planeta.

Se pelos idos de 1920 não era possível imaginar as gigantescas mudanças que aconteceriam 100 anos depois, da mesma forma a humanidade do futuro, daqui a 100, 150 anos, olhará para a história e verá como a nossa tecnologia atual era atrasada, pois pouco ou quase nada explorava o verdadeiro potencial mental das pessoas e o potencial energético do planeta, das energias sutis que o homem ainda hoje pouco conhece.


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036



20 comentários:

omagodofuturo@hotmail.com disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Alencastro disse...

O espírito não possui sexo e, em essencia, possui as duas polaridades, ninguém é 100% masculino ou 100% feminino, seja encarnado ou desencarnado. O perispirito (corpo astral, espiritual)é que pode apresentar a forma masculina ou feminina, que irá se refletir no corpo físico quando o espirito encarnar. O próprio ciclo reencarnatorio se encarrega de equilibrar as polaridades, um espirito muito apegado a forma masculina ou muito apegado a forma feminina ao longo das encarnações aprende gradualmente a livrar-se desse apego, livramento esse que é necessário para o processo de ascensão do espirito, que naturalmente fica com as duas polaridades mais equilibradas entre si a medida que evolui.

rafael augusto disse...

Meu nome é Rafael, já acompanho seu Blog a quase um ano, e quando vejo você falando sobre o exílio planetário em 2036 , que ira separar os lobos dos cordeiros, parece que o Apophis ira matar apenas as pessoas ruins, como se ele pudesse escolher um a um quem vive e quem more. Abraço

José Alencastro disse...

Morrer durante o auge da Grande Tribulação não significa que a pessoa será exilada Rafael. Abraço

Bruno disse...

Muito obrigado pela resposta José, sanou a minha dúvida!!!

walner disse...

José,

Uma dúvida surgiu ao ler o texto. Você fala que após a regeneração a humanidade expandirá a produção de riquezas, seja qual for o regime. Se hoje temos a certeza da finitude dos recursos naturais e da degradação que o extrativismo destas matérias causam ao meio ambiente, te pergunto: ainda será desta forma depredadora que nos manteremos sobre a face do planeta? Não deixa de ser estarrecedor o fato de que nos multiplicaremos muito e necessariamente exploraremos exponencialmente as riquezas do planeta.

Pode parecer um tanto ingênua minha concepção, mas acreditava que depois de tudo, de todo o sofrimento, a humanidade teria forçosamente que seguir um caminho, digamos, que resgatasse a nossa ligação ancestral com a natureza, há tanto perdida. Semelhante à vida que os nativos americanos vivem, ou melhor, já viveram.

São tantas dúvidas José... E te peço desde já desculpas se me torno repetitivo, porque já noutra postagem te expus esta dúvida que sempre volta à minha mente. Ela tem me deixado perplexo. É a tal teoria do Jeová demiurgo. Alguns entre aqueles que creem nas teses de Zecharia Sitchin associam Jeová à Enlil e Lúcifer (talvez a serpente do paraíso) à Enki (que seria quem de fato nos criou e poupou da extinção pelo dilúvio e outras tantas orquestradas por Enlil). Numa outra oportunidade já havia comentado desta minha estranheza, inclusive citando um dos difusores desta tese, o medium Jan Val Ellan. Peço novamente desculpas, mas é que definitivamente não consigo me libertar desta questão. Te agradeço a atenção e compreendo que talvez eu esteja entrando num tema que não seja de fácil conhecimento e, com certeza, de dificílima exposição, mas é que na tua resposta na antiga postagem, você atiçou ainda mais minha curiosidade.

Grato.

José Alencastro disse...

Olá Walner, o próprio texto já responde a sua pergunta, pois o homem descobrirá através do orichalco,dos chacras planetários e das linhas ley a utilizar a própria energia que existe circulando em abundancia pelo planeta e ao seu redor, para, como diz o texto, acelerar a produção de alimentos e criar elementos, inclusive a agua, eis a verdadeira alquimia.

O homem atualmente extrai os recursos do planeta de forma errada, da mesma forma que no ser humano o corpo fisico é finito e o espirito infinito, com a Terra ocorre o mesmo: seus recursos fisicos sao finitos, mas seus recursos espirituais, ou seja, aqueles provenientes dos processos energéticos comandados pelo Cristo Planetário que agem diretamente no plano astral e no mental e que refletem no fisico. A humanidade aprenderá não mais a extrair os recursos que refletem essa energia no fisico, ou seja, deixará de extrair apenas o resultado que é espelhado no fisico e passará a aprender a manipular a propria causa do resultado, aprendendo a adequar essa energia em beneficio e equilibrio proprio.

Quando a questão do Javé demiurgo fique tranquilo, já tem um texto pronto que em breve publicarei no blog.

Abraço

Renato disse...

José, acredito que para chegar nesse patamar de equilíbrio sócio/econômico, espiritual e ideológico, vai demorar muito.
Até pq sabemos muito bem que após grandes cataclismos a "poeira demora a assentar", ocorre uma queda vertiginosa nos valores espirituais e materiais, para só depois haver uma guinada em direção a prosperidade. Caso essa passagem do Apophis se concretize, a humanidade como um todo demorará uns seculos até chegar a esse apogeu que voce descreve. A propria Atlantida demorou muito pra chegar em seu apogeu e a queda também não foi automática. Demorou gerações até a sociedade decair a níveis quase bestiais de convivência e provocar o expurgo causado pelas atribulações planetárias. O que vc acha? Abs

José Alencastro disse...

Olá Renato. Tenho visto muitas teorias furadas de alguns médiuns dizendo que vai levar séculos ou o terceiro milenio inteiro ate que a humanidade se regenere.

Isso ocorre em alguns casos pela negação dos acontecimentos cataclismicos que estao por vir, muitos preferem negar que isso venha a acontecer em breve e que caso aconteça, para eles, nao levará de imediato os futuros exilados que continuariam a ter algumas chances na Terra. A questão é que apos a passagem do Apophis e dos fenomenos ligados a grande tribulação, a turba de rebeldes e futuros exilados será levada, imediatamente. A chance das pessoas é essa, agora, não tem mais uma encarnaçao pra tentar se salvar do exilio, se nao conseguir agora, a pessoa vai ser exilada e isso, pra alguns mediuns é bem dificil de aceitar.

Ocorre que sob os escombros da velha Terra será erguida uma nova Terra nao com espiritos rebeldes ou exilados em potencial, mas sim por espiritos realmente interessados em trabalhar pelo coletivo, por esse motivo a reestruturação será mais rapida.

O processo de evolução da Atlantida na formação das suas Eras de Ouro (que vale ressaltar eram localizadas ali e nao em todo o planeta, pois o resto do planeta permanecia em expiação e provaçao) foi sim gradativo, mas jamais aconteceu após um grande cataclismo, pelo contrario, os grandes cataclismos é que sempre sepultaram as civilizações douradas que la viviam, justamente pela vinda de rebeldes que nao aproveitavam a chance que lhes era dada ao viver no seio de uma avançada civilização moral e tecnologica. No ultimo afundamento , a vinda dos capelinos trouxe quase que de imediato uma queda vertiginosa no padrao moral da civilização, fazendo com que em 150 anos ocorre uma guerra de proporções gigantescas na grande Poseidonis, sepultando aquela civilização. Apos esse evento, os exilados continuaram reencarnando em outros pontos do planeta, ou seja, continuaram a encarnar espiritos rebeldes na Terra, por isso desde aquela epoca ate os dias de hoje os avanços tecnologicos e morais foram tao lentos, pois em sua maioria os encarnados nao tem um padrao moral compativel com uma Era de Regeneração.

Se apos a vinda do Apophis continuassem a encarnar rebeldes ou espiritos distanciados da prática do amor, certamente levaria 200, 500 anos pra reconstruir plenamente o planeta, ou até mais, só que apos o auge da Tribulação em 2036 a grande maioria dos sobreviventes será de espiritos sintonizados com a prática do amor e os rebeldes que morrerem durante e após a passagem do Apophis em 2036 não poderão mais encarnar na Terra. Por esse motivo a reconstrução do planeta apos a Tribulação será rapida.

Não adianta alguns médiuns tentarem "dourar a pilula" ou passar a falsa ideia de que é possivel procrastinar as mudanças, porque não será possivel, os tempos sao chegados e quem nao aproveitar a encarnação atual pra mudar o padrão vibratorio e se esforçar sinceramente na pratica do amor, inevitavelmente será exilado e terá de recomeçar o ciclo reencarnatorio em um mundo primitivo, semelhante a Terra de 200 mil anos atras, sem Tv a cabo, internet, ar condidionado, supermercado, salao de beleza e todas as facilidades materiais que existem hoje na Terra. Não há mais tempo pra procrastinar, a última chance é agora.

bolha.r312 disse...

Tenho pouca ciência do que irá acontecer realmente no auge dos eventos.
Do pouco que eu conheço, estão os três dias de trevas. Muitos acreditam que será o Apophys que se chocará com a Terra, mas existe outra teoria de que, vindo pela direção do pólo sul, há uma nuvem com protomatéria de estrelas que passará pela Terra e durará 3 dias, se eu não me engano, essa profecia foi feita por Maria. O quê você tem a dizer sobre isso?

Aqui está o fragmento de texto de onde eu absorvi:
"NUVENS CÓSMICAS DE POEIRA E GASES revelam sua presença pelo fato de simularem no céu, espaços vazios de astros. Estas nebulosas interestelares se estendem por vastas regiões e a luz para transpassá-las necessita de centenas, quiçá, milhares de anos.
Por dentro dessas densas nuvens os astrofísicos descobriram massas escuras relativamente pequenas e muito compactas em forma de bolas, com diâmetro de até cem bilhões de quilômetros e nas quais se calcula haver a protomatéria de novos astros. Estas massas se chamam GLOBULOS.
Alhures no espaço cósmico UMA NUVEM OPACA EM FORMA DE BOLA, QUE SE ENCONTRA EM ESTADO DE PROGRESSIVA CONDENÇÃO, MOVE-SE EM DIREÇÃO AO NOSSO SISTEMA SOLAR.
Seu diâmetro e de 30 milhões de quilômetros. Aproxima-se ela do Sol com um velocidade peculiar de 60 KM\Seg. Em relação ao sol, nosso astro central, é fraco demais para fazer brilhar os átomos de nuvem opaca, ela fica invisível. No dia X colidirá com a Terra".

P.S.: O autor também cita o Apophys, mas como segunda alternativa.

Fonte:
http://www.nominato.com.br/Alerta%20geral%20II.htm

José Alencastro disse...

Sobre os Tres dias de Escuridão: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2012/10/os-tres-dias-de-escuridao.html

walner disse...

José,

Muito obrigado pela resposta.

Rodrigo disse...

José Alencastro

Tenho algumas dúvidas:

- os espíritos jovens que tiveram poucas vidas podem evoluir mais rápido do que os antigos que tiveram muitas vidas?

- os espíritos jovens que tem grande vocacão voltada para a prática do amor serão exilados para aprender mais no mundo primitivo?

Att

Edde Wagner disse...

Oi, José. Lendo eta matéria,me lembrei de um livro do Dr. Brian Weiss, 'MUITAS VIDAS, UMA SÓ ALMA- Descubra o poder de cura das vidas futuras através da terapia de progressão'.
No livro, alguns pacientes vislumbram possíveis futuros. Recomendo.

Andrea Moreira disse...

Olá José. Gostei muito do seu texto, muito bom mesmo, mas gostaria que você explicasse a passagem abaixo:
"permitindo que no futuro a humanidade aumente consideravelmente sua população antes de ascender por completo ao plano astral, num processo que levará entorno de mil anos"

Obrigada.
Andréa

Bruno disse...

Hoje não temos papa, mas as tensões entre as Coréias parecem aumentar cada dia mais http://oglobo.globo.com/mundo/kim-jong-un-visita-soldados-de-artilharia-em-meio-tensao-na-peninsula-coreana-7811247

Rafael disse...

Dois terços da humanidade não é um número muito alto? Será que as pessoas estão mesmo tão sonâmbulas, sem consciência, que apenas um terço do mundo busca de alguma forma evoluir espiritualmente?

Ricardo Couto disse...

Olá José, acho que já estamos perto de ter a tecnologia para ler os cristais dos atlantes. Dê uma olhada nesse link:
adrenaline.uol.com.br/tecnologia/noticias/17548/cristais-de-memoria-do-superman-podem-armazenar-ate-360tb-por-toda-a-vida.html

Suzana Fernandes disse...

As vezes quando leio suas orientações me arrepio dos pés a cabeça e fico neste estado por alguns minutos e segundos para logo depois sentir uma sensação de grande paz.
Que Deus e o Universo te ilumine sempre e que sua luz continue chegando até nós para que através dos esclarecimentos e conhecimentos possamos ser pequenas lamparinas repassando a luz e os bons fluídos por onde passamos.

José Alencastro disse...

Fico feliz que os textos causem essa reação energética positiva em você Suzana. Abraço