26 de set de 2017

Raro Alinhamento no Dia 23 de Setembro??? Fim da Escuridão e Início de uma Nova Era??? Será???

Constelação de Leão 12 estrelas


Com a chegada do último dia 23 de setembro que passou a internet foi inundada por diversos textos esquisotéricos falando em um “raro alinhamento” no céu que supostamente traria o “fim da escuridão” e o início de uma “nova era” para a humanidade, um raro alinhamento que envolveria todos os planetas do sistema solar e supostamente descarregaria energias cósmicas de luz sobre a Terra trazendo mudança de consciência e ascensões miraculosas. Se você, leitor, médium ou canalizador embarcou nessa, muito provavelmente por desconhecer conhecimentos elementares de Astronomia, não se preocupe que eu vou ajudar você a sair dessa canoa furada e ainda para complementar vou explicar a diferença entre um verdadeiro alinhamento astronômico e um alinhamento astrológico, antes de falar em sinais astronômicos associados à profecia do Apocalipse (tema que abordei vastamente no livro “Armagedoom 2036” lançado em 2015).

Primeiro de tudo é que todas essas “análises” contidas em textos esquisotéricos foram feitas com base no programa Solar System Scope (ótimo por sinal) então tudo que eu explicarei você pode e deve conferir ao manusear o programa (que é gratuito e online) e mostra tanto a visão panorâmica do Sistema Solar como também do céu visto da Terra, bem intuitivo e fácil de manusear.

A Terra, assim como os demais planetas que giram ao redor do Sol estão na chamada eclíptica, ou seja, alinhados em um mesmo plano com variação mínima. Dito isso suas órbitas (a exceção de Plutão que não é mais considerado planeta pela Astronomia) estão perfeitamente alinhadas em um mesmo plano como é possível observar na imagem abaixo.

Ecliptica

Quando olhamos o céu a partir da Terra veremos exatamente todos os astros perfeitamente alinhados pois eles estão no mesmo plano. Dito isso, como podemos observar em algumas imagens abaixo não há nada especial, místico ou energético em olharmos para o céu e vermos 4, 5, 6 astros na mesma linha, pois estão todos eles SEMPRE na mesma linha, alinhados no mesmo plano da eclíptica. Na imagem abaixo o alinhamento do dia 23 de setembro:


Agora em um dia qualquer (04 de outubro de 2036) com o Sol e 5 planetas alinhados (os demais não apareceram pois não couberam na imagem). Podem testar a vontade em qualquer data que enxergarão sempre os planetas alinhados, exatamente por estarem no mesmo plano da eclíptica:


Agora que já comprovamos que não houve qualquer alinhamento especial vamos observar o sistema solar como um todo (e não mais a visão a partir da Terra) para tentarmos encontrar algum alinhamento raro ou incomum entre os planetas do nosso sistema solar. Nas 02 imagens abaixo é possível observar que não aconteceu qualquer alinhamento planetário significativo no dia 23 de setembro de 2017:


Um exemplo de um verdadeiro e raro alinhamento de planetas no sistema solar acontecerá no dia 13 de dezembro de 2040, 3:40 pm UTC, quando teremos Vênus, Sol, Júpiter e Saturno alinhados, Vênus, Terra e Urano (que não coube na imagem) alinhados, além da Terra, Sol, Mercúrio e Marte alinhados tudo ao mesmo tempo como podemos ver na imagem abaixo (confira lá no programa para comprovar a informação que estou trazendo):

 

Com essas informações facilmente comprováveis nas leis mais elementares da Astronomia fica evidente que não aconteceu alinhamento raro algum, seja sob a perspectiva da Terra, seja sob a perspectiva do Sistema Solar. Mas vamos descobrir se aconteceu algum raro alinhamento astrológico (com base na Astrologia) que explicasse algum evento miraculoso ou profético. Para explicar essa questão trago uma questão que chegou ao grupo (das várias que recebi):

Pergunta que chegou no grupo: "Pessoal, alguém poderia falar sobre o que é este evento de 23 de setembro? Sei que não é fim do mundo...rsrs mas astrologicamente esse evento tem alguma importância para o planeta Terra? Tenho visto mensagens falando de alinhamento de lua e planetas do sistema solar...por exemplo"

Resposta: Astrologicamente não, pois existe uma diferença entre alinhamento astronômico e alinhamento astrológico (deixarei um link ao final que explica a questão), o que explica porque nem sempre planetas alinhados astronomicamente fazem uma conjunção astrologicamente e porque alguns eclipse (fenômeno astronômico) ocorrem como conjunção astrológica e em outros casos oposição astrológica (180º de diferença). No caso de hoje não teremos um conjunção de vários astros (stelium), sendo assim astrologicamente esse fenômeno astronômico não diz absolutamente nada. Todo ano ocorrem diversos alinhamentos astrológicos e astronômicos envolvendo 3 astros (ou até mais) e ate o momento não se constatou influencia em fenômenos sísmicos relevantes (7 graus ou mais na Escala Richter) diferentemente do que ocorre com a Lua cheia (aumento de marés) e sobretudo quando está no signo de Peixes (potencializando fenômenos de inundação dependendo das tensões do mapa).

Em suma, sendo bem curto e grosso, simbolicamente o dia 23 de setembro não representa absolutamente nada de especial/raro, seja a nível astrológico ou astronômico (todo o ano o Sol entre no signo de Libra e todo ano temos a primavera), nem ascensões miraculosas, nem inicio de nova era, nem fim da escuridão, absolutamente nada de especial do ponto de vista astrológico e também astronômico (bem diferente do grande sextil ou Estrela de Davi que aconteceu em 29 de julho de 2013, fenômeno raríssimo que leva de 50 a 60 anos para se repetir) e além de não significar nada especial definitivamente não é sinal profético algum do Apocalipse (ver link ao final)

Vamos entender a diferença entre posicionamento astrológico e posicionamento astronômico:


Na imagem acima podemos observar o mapa astrológico (à esquerda) e a imagem do céu vista da Terra (à direita) no dia 23 de setembro. Reparem que a Lua está no signo de Escorpião, Júpiter e Sol no signo de Libra, enquanto Mercúrio, Marte e Vênus estão no signo de Virgem. Curiosamente esses astros estão também na imagem à direita, só que a Lua, Júpiter e Sol estão na constelação de Virgem enquanto Marte, Mercúrio e Vênus estão na constelação de Leão. Podemos ainda observar que no mapa astrológico não há sequer uma conjunção múltipla (stelium), apontando que realmente não aconteceu nada significativo dia 23 de setembro: nem alinhamento especial no céu, no sistema solar e nem qualquer posicionamento raro na carta astrológica do dia. Mas qual o motivo dos astros estarem em determinada constelação e ao mesmo tempo em outro signo? É isso que expliquei em um post já publicado no blog (e que coloca por terra a lenda do “13º signo”):


Diferença entre constelações e signos, alinhamentos astrológicos e astronômicos (porque não existe 13º signo):


Aconteceu um debate bem interessante no grupo sobre os furos e esquisoterices da profecia de 23 de setembro (alinhamento trazendo fim da escuridão, trazendo nova era e outras bobagens sem qualquer base na Astrologia, nas profecias e no Cronograma mundial dos guardiões):


E por fim: será que a posição dos astros no dia 23 de setembro teve ligação com a profecia do Apocalipse? Nem isso Zé???

Quem quiser compreender o verdadeiro sinal profético da lua aos pés da constelação de Virgem, "parindo" o Sol, leia o link abaixo, com o estudo correto sobre esse sinal profético, tendo por base todo o estudo comparativo das profecias de Jesus e demais profetas com alto grau de acerto para o ápice da Transição Planetária em 2036:


As profecias de Jesus, Cayce, Nostradamus, Parravicini e demais grandes profetas da história apontam em uníssono para 2036 como o ápice da Transição Planetária. Desde 2014 só há um cronograma trazido pelos guardiões superiores para os próximos anos até 2036 e que vem se comprovando com alto grau de acerto e detalhamento ao prever o futuro desde então. Venha estudar profecias e sobre a Transição Planetária com quem realmente estuda a fundo o tema e comprova, com cada profecia cumprida, verdadeiro contato com a “diretoria’ (os guardiões superiores) que comanda a Transição Planetária, sem ficções ou teorias esquisotéricas sem qualquer base lógica. 

Para saber mais sobre o único cronograma mundial da Transição Planetária, os estudos completos sobre 2036, as profecias cumpridas trazidas desde 2014 e saber como adquirir os livros lançados até o momento sobre as profecias e a Transição Planetária:



Nenhum comentário: