4 de set de 2010

Mapas do evento de 24/04/2036

Os mapas abaixo são do vidente Michael Gordon Scallion. Segundo meus estudos pessoais, tais mapas são o mais próximo daquilo que acontecerá com o mundo após o auge dos eventos do Apocalipse em 2036 em decorrência da queda do Apophis e de outros eventos de ordem natural que serão desencadeados, como o grande terremoto em San Francisco (Big One) e o grande evento vulcânico em Yellowstone.

Vale ressaltar que terremotos, por mais superficiais que sejam (menos de 20 km profundidade) e mais potentes (9.0 ou mais na Escala Richter) não teriam força suficiente para causar o afundamento de territórios ou partes continentais, tal acontecimento só pode ocorrer de duas formas: ou pela queda de um corpo celeste (no caso, o asteróide Apophis) capaz de causar não apenas mega tsunamis e terremotos, mas a ruptura de parte da placa tectonica com a qual se chocar, ou no segundo caso na verticalização do eixo devido a ação de um corpo celeste com suficiente magnetismo, capaz de influenciar magneticamente o movimento do núcleo planetário, essencialmente composto por ferro em forma sólida e líquida. Segundo meus estudos ambos os eventos acontecerão em 2036.

Todo o estudo das profecias bíblicas (Apocalipse interpretado versículo por versículo, as principais profecias de Daniel e as profecias do Sermão profético, além das profecias de Ezequiel, Jeremias, Isaías), das profecias de Nostradamus, Parravicini, João XXIII e Edgard Cayce apontam claramente para 2036 e no livro A Bíblia no 3º Milênio eu exponho todo este material de estudo de forma simples e didática. O livro contém 27 capítulos e 650 páginas e está a venda no Clube dos Autores por 49,99 reais. Para comprar o livro e também ver um resumo dos 27 capítulos, clique no banner abaixo:




Clique na imagem para aumentá-la.

África:

Mapa da África pós tribulação e tsunami, apocalipse mapas mundo 2036
China:

Mapa da China pós tribulação e tsunami, apocalipse mapas mundo 2036

Rússia:

Mapa da Rússia pós tribulação e tsunami, apocalipse mapas mundo 2036

Europa:

Mapa da Europa pós tribulação e tsunami, apocalipse mapas mundo 2036

Estados Unidos:

Mapa dos Estados Unidos pós tribulação e tsunami, apocalipse mapas mundo 2036

Brasil e América do Sul:

Mapa do Brasil pós tribulação e tsunami, apocalipse mapas mundo 2036


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:


11 comentários:

Sybylla disse...

Desculpe apontar o óbvio, mas eventos geológicos capazes alterar a configuração do planeta levam milhões de anos, não algumas décadas.

O mesmo vale para a elevação do nível dos mares, pois mesmo que toda a água das calotas polares, do topo das montanhas e da Antártica derretessem, não causaria o nível de destruição que está sendo mostrada nestes "mapas".

O lamentável é ver que tem pessoas que acreditam neste tipo de "previsão".

José Alencastro disse...

Sybylla, desculpe discordar da sua opinião, mas um simples evento em poucos segundos quase extinguiu a vida no planeta a mais de 60 milhoes de anos, quando um asteroide com mais de 3km de diametro caiu na Terra. Em 2036 um de 400 metros pode cair, nao é o suficiente pra destruir o planeta mas pode causar destruiçao semelhante a que esta exposta nesses mapas. Abraço

uiuiuiu disse...

os mapas do site nao estao abrindo

José Alencastro disse...

Os links estão corrigidos, quem quiser ver mais mapas dos Estados Unidos é so entrar nesse outro link: http://www.bibliotecapleyades.net/profecias/esp_profecia_mapas.htm

Estudos Espíritas disse...

Infelizmente não se quer acreditar no óbvio, pois se as alterações já começaram a cerca de alguns séculos passados, está se aproximando a hora do ápice. O pensamento geral é de contar a partir do agora mas o planeta já está em transformação há muito tempo antes do nosso singelo presente.

Citando com Voltaire, posso não concordar com o que dizem, mas todos têm o direito de dizer e por isso, aos incrédulos de plantão, vale a pena ler esta reportagem abaixo.

http://ecosfera.publico.pt/noticia.aspx?id=1537223

Thiago El-Chami disse...

Caro José,

Tema interessante para um futuro estudo é uma análise comparativa dos mapas proféticos. Vi que há outros também no site que indicaste, e certamente alguns mais pela Web, com discrepâncias talvez significativas. Partindo dos princípios da boa fé e da capacidade mediúnica de tais videntes,deve haver explicações que dêem conta desta dificuldade. Abraços, e sucesso.

adalbertomania disse...

Olá,
Gostaria de saber a respeito da lua, seria um corpo celeste que após atingir a terra perdeu sua força e ficou em órbita?

Também estranho os mapas pois a região do nordeste brasileiro já foi submersa e penso que em nova elevação das aguas tornaria a ficar submersa.

José Alencastro disse...

Olá Adalberto. Como disse no início do texto, esses mapas são os mais próximos da futura realidade do planeta após o ápice da tribulação, levando em consideração os diversos mapas proféticos disponíveis por aí. Acredito que o nordeste, assim como as zonas litorâneas do planeta ficarão mais submersas do que o exposto nesses mapas. O cálculo que eu faço é bem simples: localidades de até 800 metros acima do nível do mar devem sofrer a invasão de aproximadamente 100 kilometros do mar costa adentro, locais mais baixos devem sofrer uma invasão de água ainda maior caso possuam litoral no oceano atlântico.

Cynthia C. Lucas Santos disse...

José, vendo o mapa do Brasil percebi que a Amazônia também ficará submersa (por favor, corrija-me se estiver errada). Isso não afetará ainda mais o clima do planeta, que já estará passando por tantas transformações? Tenho outra dúvida, perdoe-me se você já tiver respondido antes. Por que é necessário esse grande acontecimento para que as pessoas que não atingiram a evolução necessária para permanecer neste planeta? Não seria mais "simples" não reencarnar esses espíritos no planeta na medida em que eles forem desencarnando? Ou tudo isso que irá ocorrer servirá como um grande "choque" para todos, fazendo com que a elevação do planeta ocorra de forma mais rápida? Obrigada pelas informações que você compartilha conosco, gosto muito do seu blog. Abraço.

José Alencastro disse...

Olá Cynthia, muitas mudanças geológicas necessitam acontecer, a mais importante delas é a verticalização do eixo planetário que será, mais ou menos, como regular o "dial" do campo magnético da Terra a uma maior energia vinda do astral, permitindo o desenvolvimento de certos potenciais psiquicos e de novos formas de energia, pois a aura de cada ser humano é conectada com a magnetosfera terrestre. Da mesma forma mudanças em correntes marítimas acontecerão, antigos territórios voltarão emergir, outros afundarão permanentemente pelo rompimento de placas tectônicas, tornando algumas regiões outrora desérticas com um novo ambiente e regiões já desgastadas pela utilização descontrolada dos seus recursos naturais verdadeiros desertos.

Todas essas mudanças são necessárias para a recuperação da Terra como um organismo combalido e que após milênios doente com civilizações em provação e expiação e sobretudo nos ultimos 150 anos até o ápice precisou abrigar na sua esfera física bilhões de almas em desequilibrio, extenuando o potencial energético do planeta, atualmente imerso em uma nuvem de pensamentos tóxicos e em desequilibrio que precisa ser extirpada, tal qual um câncer que se alastra perigosamente colocando em risco a vitalidade do planeta.

Tal cirurgia visa também permitir a renovação de diversos sistemas no mundo físico e no astral, colocando fim a uma rede de poder que permanece há milênios no astral inferior. Tal rede de poder é alimentada pelo físico, assim como do astral alimenta o plano material e considerando a situação de quase 70% de toda a humanidade, encarnada e desencarnada, sintonizada com baixa vibração moral e sem desejo real de investir numa reforma moral interior, seria impossivel realizar qualquer processo paulatino a longo prazo sem que uma grande alimentação energética negativa continuasse existindo e extenuando ainda mais o planeta.

Por todos esses motivos e vários outros que são analisados no livro A Bíblia no 3º Milênio é que a Grande Tribulação, profetizada por Jesus e outros profetas de valor se faz necessária. Abraço

Gerson Pereira disse...

José, acabei de verificar e as imagens estão batendo. O que aconteceu é que a resolução da imagem do site mencionado está baixa, o que me fez analisar o mapa de forma incorreta. Bom, você falou sobre 800m acima do nível do mar. Locais que estejam abaixo desse nível estariam em risco? Qual seria a solução para alertar a humanidade e se proteger da inundação? Gratidão pelos esclarecimentos e pelas postagens.