28 de jan de 2013

Por Que a Nova Era Ainda Não Começou (Parte III) - A "Era de Aquário", A "Era de Luz" e A "Era de Regeneração"



Parte II: AQUI  



A ERA DE REGENERAÇÃO

Kardec expôs, como mostrado no texto anterior, o que é uma Era de Regeneração.

Mundos em Regeneração são mundos onde TODOS os espíritos buscam a prática do amor, tem a consciência de que a busca por essa prática e o conseqüente melhoramento moral é o verdadeiro caminho para a evolução e por terem essa consciência praticam com sinceridade essa busca, não necessitando mais de provas e expiações atrozes que fazem parte de mundos expiatórios, como a Terra é atualmente e assim o será até o auge da Grande Tribulação em 2036, quando as almas pertinazes no mal serão totalmente apartadas da esfera terrestre.

Vamos relembrar então o que Kardec falou sobre os mundos de regeneração:

"a Humanidade experimenta as vossas sensações e desejos, mas liberta das paixões desordenadas de que sois escravos, isenta do orgulho que impõe silêncio ao coração, da inveja que a tortura, do ódio que a sufoca. Em todas as frontes, vê-se escrita a palavra amor; perfeita equidade preside às relações sociais, todos reconhecem Deus e tentam caminhar para Ele, cumprindo-lhe as leis." (Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo 3, item 17)

A busca pela prática do amor na alma de todos os seres (em todas as frontes a palavra amor está escrita), perfeito equilíbrio nas relações sociais (não existem mais guerras ou as diferenças que existem hoje, onde poucos têm muito e muitos têm muito pouco, atualmente são praticamente um bilhão de miseráveis no mundo). As drogas, bebedeiras, sexualidade descontrolada com múltiplos parceiros ou parceiras ao mesmo tempo, tudo isso são paixões desordenadas citadas por Kardec, as quais a maioria da humanidade atual ainda vivencia. Justamente por todo esse conjunto de valores, a humanidade ainda está na Era de expiação e provas e não numa Era de Regeneração.

E qual a forma de ocorrer a mudança de Era? As profecias de Jesus no sermão profético e no Apocalipse esclarecem: grandes eventos de ordem natural que irão retirar do planeta as almas desequilibradas moralmente, materialistas, cheias de ódios, vaidades e orgulhos, permitindo que as almas que permanecerem possam reconstruir o planeta (fisicamente e socialmente) com valores mais nobres e sem a presença, hoje ampla, de tantos bilhões de almas em desequilíbrio.

Com a retirada de um imenso número de almas revoltosas até os idos de 2036, a Terra ficará nas mãos de almas que irão trazer uma forma mais fraterna de convivência para o mundo, permitindo que após a reconstrução do planeta, já seja possível dizer que pelos idos da década de 50 do terceiro milênio, estaremos no amanhecer da Era de Regeneração. Segundo Joana de Angelis e Emmanuel, assim acontecerá, entre 2052 e 2057, quando se iniciará propriamente a nova era, que estará totalmente estabelecida pelos idos de 2072.

O ano de 2036 marcará, portanto, o auge da transição planetária (diminuto período, e não uma era, pois está inserido ainda na Era de expiação e provas), apesar de que ainda não estaremos imediatamente após esse evento ( o auge da transição) na Era de Regeneração, visto que os bilhões de sobreviventes passarão por duras provas para reconstruir a Terra fisicamente e socialmente e, separados dos exilados que não mais estarão na Terra, poderão provar através do trabalho de reconstrução e da fraternidade, que merecem viver numa Era de Regeneração.


A ERA DE AQUÁRIO

Com a enxurrada de desinformações que vieram junto com a “profecia” maia (lembrando que os principais códices maias que são o Popol Vuhl e o de Dresden  nada falam sobre 2012), vieram também os defensores de que 2012 marcaria o início na Era Astrológica de Aquário.

A Astrologia é uma ciência e seus cálculos independem da vontade pessoal de quem os estuda. Temos 12 signos, não adianta um cidadão chegar e dizer que existem 13 signos proporcionais aos 13 baktuns da “profecia” maia.

Uma nova era se inicia quando o Sol, no dia do equinócio de outono(hemisfério sul) ou primavera (hemisfério norte) nasce de frente para uma nova constelação. Isso leva entorno de 2160 anos. Segundo os cálculos da união astronômica internacional, a borda entre as constelações de Peixes (atual) e de Aquário (próxima), estabelece o início da nova era astrológica pelos idos de 2600 (ou seja, pra daqui a mais de 500 anos)

Todos os astrólogos conhecidos como Elsa Glover e Shepard Simpson por exemplo, colocam o início da nova era muito próximo a essa data, variando entre 2630 e 2680.

Baseados nesses cálculos, é que os astrólogos sabem quando começa e termina uma Era. A Era de Peixes, por exemplo, se iniciou no ano de 498.

A vibração energética da nova era astrológica começa a ser sentida aproximadamente 500 a 550 anos antes da sua chegada verdadeira, ou seja, quando uma Era atinge entorno de 75% a 80% do seu período, a vibração da Era seguinte começa a ser percebida.

Mesmo assim, ainda estaríamos a quase 100 anos de começar a sentir essa vibração e a mais de 500 anos de entrar realmente na Era de Aquário.

Sendo assim, segundo os postulados elementares da Astrologia não estamos na Era de Aquário e nem entramos na Era de Aquário em 2012.




A ERA DE LUZ

Junto com a “onda” da “profecia” maia surgiu uma enxurrada de teorias sem qualquer base cientifica ou astrológica, uma dessas teorias é de que a Terra e o Sistema Solar girariam ao redor de Alcyone, permanecendo 10.800 anos na “escuridão” (fora do cinturão de fótons) e 2.160 anos na “luz” (dentro do raio de atuação do cinturão de fótons).

Antes de mais nada, fica a pergunta: será que um banho de fótons muda a personalidade de bilhões de pessoas? Não seria a mudança, pra melhor, na personalidade de cada pessoa, um processo de crescimento interno, na busca da reforma moral de valores negativos? Fótons não deixam ninguém melhor ou pior moralmente, a mudança é interna, a lapidação interna dos valores pessoais de cada pessoa depende da atitude pessoal de cada um e não de um “banho de luz coletivo”.

Mesmo considerando que uma grande quantidade de energia extra seja enviada para a Terra, essa energia vai no máximo ajudar a manter um mínimo de equilíbrio na já castigada estrutura energética do planeta. 

Entretanto, está longe de ser uma “era de luz”, visto que enquanto existir no planeta a turba de bilhões de almas que precisam ainda ser exiladas, as toxinas mentais dessas almas ainda produzirão grandes desequilíbrios na estrutura energética do planeta.

Da mesma forma que uma casa não está limpa enquanto a sujeira permanece, da mesma forma ocorre com a Terra: enquanto os futuros exilados não forem apartados do planeta, a Terra continuará mergulhada numa vibração coletiva de bilhões de almas em desequilíbrio, o que reflete a ainda era de expiação e provas, visto que as Eras refletem o padrão global de comportamento da humanidade.

Sendo assim, somente quando o padrão moral da maioria mudar é que a Terra mudará de Era.

Mas vamos refletir sobre a tal teoria de que a Terra gira , junto com o sistema solar, ao redor de Alcyone:

A Terra é um mundo de expiação e provas, isso é algo facilmente observável, entretanto existem diversas informações de fontes espíritas e espiritualistas sobre a existência de civilizações muito mais evoluídas que a Terra dentro do sistema solar, mundos como Júpiter e Saturno, muito acima evolutivamente da Terra, mundos inclusive que já passaram pelo nível de regeneração e se tornaram lares de almas muito evoluídas moralmente. Ora, como explicar que esses mundos fossem arrastados para longas eras de escuridão do sistema solar junto com a Terra? Como explicar que os mundos do sistema solar ficassem fadados a viver ciclicamente sempre entre milhares de anos na escuridão e poucos milhares de anos na luz? Do ponto de vista da lógica, da evolução dos mundos, isso não faz o menor sentido.  

As Plêiades (onde está localizada Alcyone) estão a aproximadamente 125 parsecs ou 407.5 anos luz de nosso sistema solar. Um cálculo rápido mostra que se nosso Sol estivesse nesta órbita, então sua velocidade orbital seria de um pouco mais de um décimo da velocidade da luz. Isto é aproximadamente 32,000 Km/seg. Esta velocidade seria aparente, não só para astrônomos, mas para todas pessoas, já que as constelações mudariam dramaticamente no curso de uma única vida se isto fosse verdade. A questão é que esse drástico movimento não ocorre, o que por si só já invalida a teoria dos defensores de uma era de luz em 2012.

As Plêiades são um agrupamento de aproximadamente 100 estrelas com uma idade média estimada em 78 milhões de anos. Estas são estrelas muito jovens, muito mais jovens que nosso próprio Sol, que se estima ter 5 bilhões de anos, muito mais jovens até mesmo que nosso próprio planeta, a Terra. Estudos dos movimentos próprios destas estrelas, ou de seu movimento pelo espaço, mostraram que elas estão no processo de dispersão. Não há nenhuma evidência que estas estrelas orbitem Alcyone. Não há nenhuma evidência de planetas ao redor (orbitando) de quaisquer destas estrelas (Plêiades).

Por uma simples questão de lógica, o Sol, a Terra e demais planetas do sistema solar, muito mais antigos que Alcyone A (estrela Eta Tauri) ou qualquer das estrelas do aglomerado das Plêiades, não poderiam orbitar estrelas que sequer existiam, a bilhões de anos, quando o Sol e os planetas do sistema solar já existiam.


Mas não acaba por aí, existem ainda outros problemas: O Sol se afasta 7 mil kilômetros por segundo de Alcyone. Caso estivesse orbitando a brilhante estrela das Plêiades isso jamais aconteceria.

Mas faltou ainda uma questão: os defensores da teoria de Alcyone como centro de um sistema orbitado pelo nosso Sistema Solar, com início de Era de luz, apocalipse maia e outras baboseiras, afirmam que 4 astrônomos, após “amplos e minuciosos cálculos” atestaram que essa teoria é verdadeira. Os nomes citados são esses: Friedrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Sola e Edmond Halley.

Pra começo de conversa, um deles nunca foi astrônomo, trata-se de Paul Otto Hesse que foi um escritor esotérico alemão que publicou um livro em 1949, chamado “O Dia do Juízo” (The Recent Day / Der Jungste Tag) onde ele apresenta essas idéias do Sol e do Sistema Solar orbitando Alcyone, sem qualquer base científica pra tal afirmação e rejeitando todos os dados básicos de Astronomia que foram mostrados até aqui. Mas e os demais três nomes, que realmente foram astrônomos?

Edmond Halley - britânico, astrônomo e matemático (1656-1742)
Friedrich Wilhelm Bessel - alemão, astrônomo e matemático (1784-1846)
José Comas Sola – espanhol, astrônomo (1868-1937)

Nenhum dos três jamais participou ou apoiou qualquer estudo ou hipótese de uma possível órbita do Sol em torno de Alcyone. Halley e Bessel estudaram as Plêiades, mas seus estudos foram voltados para o movimento próprio de suas estrelas, o que nada tem a ver com as idéias de Paul Hesse. Sola realizou amplos estudos voltados pra descoberta de asteróides (descobriu 11) também escreveu em um jornal quinzenalmente de 1893 até 1937 artigos sobre Astronomia, assim como publicou alguns livros e em nenhum deles defendeu tal idéia do Sol orbitando Alcyone.

Quem quiser conferir a páginas deles:

José Comas Sola: AQUI 

Edmond Halley: AQUI  

Friedrich Wilhelm Bessel: AQUI  

Paul Otto Hesse: AQUI  

Quem utilizar o Google Chrome, basta clicar na opção de traduzir a página no topo quando a página carregar.

Em virtude de todas essas evidências cristalinas é possível afirmar sem a menor sombra de dúvida: A Terra e o Sistema Solar não orbitam Alcyone, assim como não adentramos em Era de Luz alguma em 21 de dezembro de 2012.

Pra finalizar essa série de 3 textos, devemos lembrar sempre as sábias palavras do Messias, no sermão profético e no Apocalipse. Ele, o maior de todos os profetas, deixou claramente exposto o cronograma para as grandes mudanças de ordem planetária até que venha surgir a nova terra e o novo céu, o lar onde poderão viver apenas os mansos e pacíficos. Observando o mundo atual, a atual conjuntura da sociedade a nível global, percebemos facilmente que continuamos na Era de Expiação e Provas, o que de forma alguma impede que as pessoas esclarecidas e de boa vontade na busca da sua própria melhoria moral invistam com ainda mais vontade na sua evolução espiritual.

Não é porque a Terra ainda é um mundo de expiação e provas, que as pessoas de boa vontade deverão se acomodar ou esperar uma intervenção divina, muito pelo contrário. Qualquer pessoa pode e deve buscar viver segundo os padrões morais de uma Era de Regeneração, mesmo que viva em um mundo de Expiação e Provas como é a Terra atualmente; Jesus e tantas outras almas iluminadas deram esse exemplo e é isso que as pessoas de boa vontade devem buscar se espelhar: viver exercendo os valores que são esperados de um espírito para um mundo de Regeneração, mas com a consciência de que a Terra ainda é um mundo de Expiação e Provas em virtude da presença da maioria dos espíritos (algo entorno de 2 terços) que não possuem padrão vibratório para viver em um mundo Regenerado.

Não irá demorar muito tempo até que chegue a nova era, mas ela nascerá através de um duro parto, onde aqueles que não forem exilados terão de provar o seu valor moral na fraternidade e no árduo trabalho em beneficio do próximo. 

Quem espera confetes, ascensões miraculosas, hosanas e homenagens na entrada de uma nova era está, infelizmente, redondamente enganado. A nova era nascerá mediante duras contrações planetárias, para que assim um novo sopro de vida planetário seja sentido por todas as futuras almas que encarnarem na Nova Terra.

Que cada um de nós possa vivenciar sempre as experiências espirituais, ricas de emoção e sentimento mas sempre  as analisando com o crivo da razão, da comparação cientifica e da lógica, pois nem tudo que reluz é luz. O equívoco da “profecia” maia é um exemplo disso.

A retomada das pirâmides astrais da Gizé: AQUI 

Aliás é preciso relembrar que a retomada das pirâmides astrais de Gizé no dia 21 de dezembro de 2012 (ver link acima), o início da ofensiva dos guardiões ocorreu nessa data não porque os maias tivessem previsto o confronto pra essa data, mas sim porque os guardiões quiseram aproveitar o momento decisivo que foi criado pela crença de milhões de pessoas e dessa forma agir sobre a gigantesca egrégora criada em cima da “profecia” maia e que atingiu negativamente milhões de pessoas em todo o mundo. 

Caso as lendas ao redor da “profecia” maia não tivessem ganhado a proporção que ganharam, os guardiões realizariam tal ação em algum momento entre 2012 e 2013, pois essa ação já estava programada com um conjunto de outras ações para as duas décadas finais antes do ápice da Transição em 2036. Mas como se criou uma enorme egrégora mundial, atingindo milhões de pessoas e controlada por magos negros, os guardiões agiram exatamente no momento em que a maioria dessas milhões de pessoas estivesse sintonizada mentalmente com a data “profética” e assim pudessem enfraquecer essa egrégora.

Nunca existiu “profecia” maia sobre apocalipse, inicio de uma nova era ou ascensões miraculosas. Na cultura maia, existe apenas uma única e pequena menção sobre o  final do baktun 12 e início do baktun 13, para muitos o dia 21 de dezembro de 2012 (apesar de que existem controvérsias sobre o dia exato no calendário), essa pequena menção é uma pequena inscrição encontrada na Costa Rica, nas ruínas de Tortuguero, que fala sobre a volta de uma deidade maia denominada Bolon Yokte, ligada a guerra e a criação. O que os maias verdadeiramente previram não foi nem apocalipse e nem inicio de uma nova era, mas sim o inicio de uma guerra no astral do planeta Terra, com a ofensiva dos guardiões sobre as bases trevosas do planeta, entre algum momento de 2012 e 2036, (e não exatamente em 21 de dezembro) para que através dessa guerra no astral fossem criadas as condições para o início da vinda de uma nova era. Os maias representaram essa visão através da deidade que representava a guerra para criar algo novo.

É através dessa guerra espiritual, através da ofensiva dos guardiões que nos próximos 24 anos realizarão a destruição completa dos feudos de magos negros no astral inferior, que serão criadas as condições para que ocorra o exilio planetário, inclusive de magos negros e dragões.

Cabe as pessoas buscarem a própria renovação moral, pois a renovação moral da coletividade humana só ocorrerá após o expurgo planetário de bilhões de almas, para que então seja iniciada uma nova era.

O Codex de Dresden, mais importante códice maia, nada fala sobre 2012, mas sim sobre o início de uma nova era após a vinda de uma serpente emplumada (serpente vindo entre as nuvens e vomitando água, exatamente a figura de um asteróide descendo dos céus como uma serpente e sua cauda no meio das nuvens/plumas, inundando com água as terras,  lembrando que o Apocalipse fala da primitiva serpente, a lenda de Apep/Apophis, o asteróide que vem em 2036, que "coincidentemente" é um ano do dragão ou serpente voadora no zodíaco chinês).

Codex de Dresden  no blog: AQUI  

Dito isso, a simples lógica e a razão atestam que mesmo para os entusiastas da cultura maia, uma pequena referencia velada a volta de uma suposta deidade, uma pequena referencia que não encontra eco nos principais códices maias e nem com as profecias mais confiáveis do mundo, como o sermão profético e o Apocalipse é uma referência que só poderia ser compreendida como “Apocalipse” ou “inicio de uma nova era” com muita imaginação e pouca razão.


Mas, se pegarmos as referencias de Tortuguero, compararmos com o que está no Codex de Dresden (interpretado no link acima) e compararmos isso tudo com os relatos proféticos mais confiáveis do mundo, aí sim poderemos obter um foco comum que não é 2012, mas sim um processo de lutas antes do grande auge, para que depois do grande auge, simbolizado na vinda do asteróide entre as nuvens (serpente emplumada), se inicie a nova era simbolizada na lança do guerreiro do Codex de Dresden para o ano de 2052, exatamente na década prevista pelos mentores de Chico e Divaldo como o inicio da nova Era.


É dessa forma que se estudam profecias, comparando evidencias com racionalismo, método e bom senso, observando que uma profecia ou um simples indício profético de uma cultura, como no caso da cultura maia, só pode ser interpretado se estiver em consonância com as profecias mais confiáveis do mundo, ou seja, dentro de um contexto amplo e não de uma simples crença pessoal que não observa todo o contexto profético.  

Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036


21 comentários:

Priscila Roberta dos santos gonçalo disse...

Boa tarde José, estamos presenciando hoje a tragédia que ocorreu no Rio Grande do Sul, onde houve o desencarne de várias pessoas, baseado em alguns post seus que já li sobre o Rio Grande do Sul ter um concentração de energia negativa muito alta (se minha interpretação estiver errada me desculpe), esse episódio tem algo a ver com isso ou com o início do exílio previsto para o início deste ano? Se puder satisfazer minha curiosidade ficarei agradecida.

Atencisamente.

Priscila.

Junior Flash disse...

Oi José. Sabemos que aqueles que poderão permanecer no mundo Regenerador são aquelas pessoas que tem o desejo sincero de melhorar-se.
Porém, e quanto aquelas que estão mergulhadas nas paixões desordenadas e de ultima hora, acabarem por se arrepender, como por exemplo:
Uma pessoa viciada em drogas, na ultima hora ela se arrepende sinceramente e quer lutar para se libertar deste vício.

Mas se um mundo regenerador é livre de paixões desordenadas como esta, ela não terá que enfrentar o vício novamente em um mundo de provas e expiações para poder libertar-se, mesmo que tenha se arrependido profundamente?
Pois ela terá que vencer o vício, tendo contato com ele neste caso não é? Como seria essa situação?

Muito Obrigado.
Abraço.

José Alencastro disse...

Olá Priscila. O evento ocorrido em Santa Maria não possui ligação com o primeiro exilio, pois este ocorreu no dia 9 de janeiro.

O que posso dizer pra voce é que karmicamente esse evento não tem qualquer ligação com segunda guerra, guerras religiosas ou qualquer tipo de guerra histórica que tenha ocorrido no Brasil no passado.

Um dia talvez em fale aqui nesse espaço as causas espirituais que permitiriam esse evento (o que nao exclui a responsabilidade dos que permitiram um lugar funcionar em precárias condições de segurança), pois é preciso tambem respeitar as famílias que nao comungam da fé espírita ou que nao acreditam na reencarnação.

Abraço

José Alencastro disse...

Então Júnior, tudo depende da forma como a pessoa lida com o problema. Arrepender-se é importante, é o primeiro passo, mas não o único, pois é necessário colocar em prova esse arrependimento através de ações, ou seja, lutar para vencer a paixão desordenada, seja através de uma terapia ou ate mesmo de uma internação.

A pessoa que desencarna após ter efetuado essa luta sincera para vencer seu vício, sem dúvida merecerá encarnar em um mundo regenerado e receberá toda a assistencia espiritual, inclusive segundo me informou um dos espiritos amigos que me auxiliam espiritualmente, muitas dessas almas terão o seu dna perispiritual alterado antes do reencarne no mundo renegerado para que ao invés de manifestar a tendencia ao vicio e a busca por métodos de fuga da realidade, apresentem uma capacidade de projeção consciente acima do comum para que possam, de forma lúcida vivenciando a realidade além da "realidade" física desempenhar um importante papel no astral, junto aos guardioes, no auxilio das almas exiladas ainda presas a vicios e desequilibrios, serão levados muitas vezes nas noites do sono físico enquanto encarnados para missões de ajuda e resgate e dessa forma, atraves do amor e do auxilio aqueles em condiçoes semelhantes as que estiveram num passado recente, essas almas em regeneração quitaram perante a lei do karma, através do amor, os desequilibrios que cometeram no passado.

vitor tavares disse...

Oi José, voçe teria como me informar algo sobre a situação do Brasil nesses anos que virão? pois falam que o brasil vai ser o lugar de refúgio do mundo, que vai ajudar o resto do mundo pois vai ser o menos que vai sofrer os cataclismas que virão.Isso poderia acontecer com nosso país do jeito que está?? Pois Tem tantos países que são muito melhores que o brasil.

José Alencastro disse...

Tem vários textos no blog a esse respeito Vitor. Digita na caixa de buscas de blog (que esta nessa coluna a direita) palavras como transição planetaria, brasil evangelho, exilio planetário, 2019. Aparecerão varios textos com explicações e reflexões sobre esses temas.

Edde Wagner disse...

Texto excelente, como sempre!

philip haag disse...

Um dia talvez em fale aqui nesse espaço as causas espirituais que permitiriam esse evento (o que nao exclui a responsabilidade dos que permitiram um lugar funcionar em precárias condições de segurança), pois é preciso tambem respeitar as famílias que nao comungam da fé espírita ou que nao acreditam na reencarnação

caro alencastro,

quem vem a este site certamente comunga da crença espírita/espiritualista/reencarcionista. não vejo desrespeito algum de sua parte em compartilhar sua opinião sobre o horror de SM. por uma questão de aprendizado coletivo, por favor, compartilhe suas idéias sobre o caso.

José Alencastro disse...

Tudo no seu tempo certo Philip.

O que eu posso dizer pra voce, sem qualquer sombra de dúvida, é que no evento ocorrido em Santa Maria as pessoas que ali morreram NÃO ERAM soldados nazistas reencarnados, NÃO ERAM espiritos dos soldados alemães de segunda guerra que compacturam com os genocidios dos campos de concentração, onde judeus eram mortos por asfixia nos imensos fornos.

É isso que posso dizer pra você, que esse evento ocorrido em Santa Maria não tem qualquer ligação com qualquer evento da segunda guerra ou dos campos de extermínio.

Alexandre T disse...

José, confesso que eu também pensei nessa hipótese desses jovens serem pessoas que de algum modo tiveram participação nas câmaras de gás nazistas, pois em algum site até eu li que o gás que foi produzido com a queima da espuma de revestimento da KISS era o mesmo usado pelos nazistas. Como esses jovens também morreram presos num local de onde não podiam escapar... Pensei que seria uma oportunidade para eles "resgatarem" seu erro no passado e não irem para o exílio. Mas se vc diz que não foi isso, realmente podem ter outros diferentes motivos para eles passarem por isso. De qualquer forma, é triste mas parece que foi muito rápido. Pior foram aqueles queimados vivos no período da Inquisição, os cristãos jogados aos leões, aqueles que foram torturados...

Fernando Coelho disse...

Olá, José!
As suas afirmações sobre a lamentável tragédia no RS e também a sua reserva acerca do assunto têm certamente fundamentos respeitáveis, dado o caráter sério dos seus textos. (Aliás, obrigado por compartilhar o seu conhecimento e as suas experiências conosco.) O que leva as pessoas a associar o desencarne coletivo à Segunda Guerra foi a causa da morte (num paralelo com as câmaras de gás) e o fato de ter ocorrido no dia da ocupação do campo de Auschwitz. É, de fato, impossível não ligar uma coisa a outra, mas coincidências existem, e as aparências são muitas vezes enganadoras. Contudo, você poderia dizer se se trata de fato de um resgate? Espero que um dia você possa lançar luz sobre o triste acontecimento. Abraço!

José Alencastro disse...

Pois é Alexandre, como disse antes um dia falarei mais em pormenores a natureza espiritual desse evento. Esses dias tive algumas pequenas confirmações das informações que recebi da espiritualidade, mas algo em especial é importante que seja compartilhado, até para que não reste dúvida de que estes jovens que desencarnaram NÃO eram nazistas dos campos de concentração reencarnados.

Os soldados nazistas que atuaram nos campos de concentração morreram em sua maioria após os anos 40, ou seja, entorno de 40 anos antes do nascimento da maioria dos jovens que morreram em Santa Maria. Em encarnações tão próximas, o perfil psicológico do espirito normalmente é semelhante a última encarnação, sobretudo em parte nos aspectos de patologias psiquícas.

Hoje em dia é sabido que a grande maioria dos soldados que atuaram nos campos de concentração tinham sintomas ou de psicopatia ou de sociopatia. Um dos sintomas comuns nas pessoas que possuem essas patologias é cometer torturas contra animais, pois são psicologicamente desprovidas de emoção ou remorso. Ocorre que especificamente na tragédia de Santa Maria, ocorria uma festa que envolvia em sua maioria alunos de zootecnia, medicina veterinaria e agronomia,engenharia florestal profissioes onde normalmente existe o interesse, carinho e respeito pelo bem estar dos animais, um perfil psicologico bem diferente de sociopatas ou psicopatas. De uma encarnação pra outra, em pouco mais de 40 anos, uma mudança assim é improvável. Entorno de 25 a 30% dos mortos já foram confirmados como alunos destas disciplinas. Sendo assim, apenas considerando informações baseadas na lógica é fácil perceber que o perfil psicológico não se adequa ao de ex soldados com disturbios patologicos que tivesse desencarnado a tão pouco tempo.

José Alencastro disse...

Então Fernando, o dia 27 de janeiro foi escolhido para ser o dia em memória das vítimas do holocausto pois simboliza o dia em que o campo de Auschwitz foi liberto, ou seja, é um dia que serve para lembrar a libertação, o fim de uma das mais tristes páginas da historia humana, a data que lembra o fim do holocausto. Essa data lembra que sem fraternidade, sem igualdade, tristes episodios como os do holocausto, onde seres humanos foram tratados como animais, infelizmente podem continuar a se repetir, mesmo de forma velada, pois atualmente 1 bilhão de miseraveis no mundo, que passam fome, vivem um holocausto diário.

Todos nós temos dívidas kármicas, todos nós um dia praticamos atos equivocados em encarnações pregressas e os resgatamos através de atos de amor ao proximo ou em provações, que tem por objetivo não o castigo ou desforra, mas o ensinamento, a consciencia da dor que causamos no proximo e muitas vezes essa consciencia so vem quando sentimos esse sofrimento em nós mesmos.

Entretanto nem toda a morte coletiva é um resgate provacional, em um mesmo evento onde ocorre uma morte coletiva muitos espiritos desencarnam sem sentir qualquer sofrimento, são desconectados do corpo fisico antes de sentir qualquer sensação de opressão. Nem todo mundo que morre em um evento coletivo está resgatando um erro do passado.

Além disso, muitas vezes o proprio espirito aceita um sacrificio mesmo que não tenha uma dívida tão grande a quitar, basta lembrarmos por exemplo de varios cristãos dos primeiros seculos que deram a vida nos circos romanos sob as mais atrozes mortes, mas morriam cantando, com a certeza da vida eterna mesmo com a proximidade da morte do corpo fisico. Grandes missionarios, como Jesus, Chico xavier que tanto sofreram em vida mesmo sem nada dever a lei do karma, sofreram para trazer uma lição maior a humanidade, suportando com altivez o sofrimento e a incompressão.

Muitas vezes são as tragedias ou o sofrimento extremo que impulsionam uma sociedade a tomar novos rumos, foi assim na revolução francesa, quando os camponeses se insurgiram apos tanto abuso e da fome causada por uma das piores colheitas daquele tempo.

Como eu disse no post sobre os eventos do dia 21 pro dia 22 de dezembro, grandes mudanças nas americas do sul e meso america começaram, nao foi a toa que logo depois do incendio em santa maria o maior predio da cidade do mexico tambem pegou fogo. as duas maiores naçoes catolicas do mundo precisam se espiritualizar, extirpar as festas pagãs e o materialismo que hoje ostentam, sobretudo o Brasil que precisa assumir seu papel de naçao espiritual do mundo, verdadeiramente e não da boca pra fora.

Então, a hora das mudanças começarem já chegou, como disse naquele texto em aproximadamente 5 anos as piramides astrais das americas serão desativadas, ai de quem tentar usar as piramides astrais ainda sob o controle de magos negros, sobretudo aquelas outrora ligadas a povo inca e maia, para fins pessoais ou na busca de fama, poder e alienação, pois a mão pesada dos guardiões já estará pronta para coibir qualquer tentativa a esse respeito.

Um dia, no momento certo, trarei maiores informações sobre esse acontecimento. Abraço

Cabo Julião disse...

José,

Eu concordaria com as pessoas que falam em Era de Luz neste momento, se isto significar que o processo de depuração da humanidade se aprofunda a partir de 2013, e é nisto que acredito. Assim como a tal fala de Chico Xavier sobre 2019. Entendo sobre esse ano como o limite da tolerância divina com os desmandos humanos, a partir de 2020 os grandes eventos definidores da Nova Era se desencandeiam, mas ainda por anos, e não de um mês para outro.
Acredito que em algum momento, inevitavelmente, Israel ataque o Irã, não o fez ainda por falta de apoio pessoal de Obama, porque muita gente do governo dele, inclusive dona Hillary Clinton é a favor. Esse provável ataque vai transformar o oriente médio num inferno. Israel pode até ganhar a guerra oficial, mas a onda de terrorismo vai ser incontrolável. Isso, se Rússia e China não se meterem na história, como fazem agora com a Síria. Penso que um conflito desses seria o estopim para uma nova guerra mundial. Ou seja, falar em Era de Luz neste momento é ignorar o mundo real. Antes da luz teremos trevas (como nunca visto) por décadas.

Sds,

Danton

José Alencastro disse...

Olá Danton. O processo de depuração da humanidade já começou a algum tempo, tanto que nos últimos anos tivemos eventos de origem natural com uma intensidade e quantidade nunca antes vistos (vulcanismo, tsunamis e terremotos). Era de Luz é quando a luz existe em um mundo em maior quantidade do que as trevas e definitivamente não é isso que acontece no atual momento da humanidade. Para as pessoas com idade semelhante a minha (33) ou um pouco mais, aceitar que uma nova era só vai começar daqui a mais de 23 anos muitas vezes nao é facil, pois afinal quem nao gostaria de ver o mundo hoje mesmo regenerado ou vibrando numa sintonia de paz e harmonia?

Uma ERA de luz é um grande periodo que se inicia caracterizado por intenso avanço moral e tecnologico de TODA a humanidade, algo que nunca aconteceu no planeta Terra antes, que vive desde os primordios da Atlantida numa era de expiaçao e provas, apesar de que a propria Atlantida viveu suas eras de ouros, mas era algo restrito ao territorio atlante ou de outras colonias que temporariamente trouxeram avanços por determinado tempos, mas eram apenas foco localizados e não algo global, por isso a Era de luz ou regeneração só se iniciará apos o auge dos eventos da transição planetaria, diminuto periodo de algumas decadas inserido na Era de expiação e provas.

Como exposto nessa serie de 3 textos explicando porque a Nova era nao começou, nao existe profecia para 2019, nem Emmanuel e nem qualquer outro mentor do Chico Xavier deixou em texto ou video tal data, a unica data que existe para o inicio de uma nova era é a decada de 50, trazida por Emmanuel no programa pinga fogo e comprovada no livro "Plantão de Respostas", o resto é especulação. Outra questao que devemos levar em conta é que muitas pessoas, inclusive mediuns, acreditam ou acreditavam que a restauração de Israel ocorreu em 1948 e por isso delimitam o auge do Apocalipse pra final de 2018 ( 1948 + 70 periodos da profecia de Daniel), um erro como tambem ja mostrei exaustivamente no blog, já que o antigo territorio de Jerusalem da epoca dos judeus de Daniel so foi restaurado ao poder dos judeus em 1967.

Não sei se o Chico acreditava na versao de 1948 e por isso, de forma pessoal, acreditava em algo para 2019, mas mediunicamente, segundo os mentores do Chico, so teremos nova era na decada de 50, antes disso não existe qualquer base, nem nos mentores do Chico e nem nas profecias mais confiaveis do mundo.

José Alencastro disse...

Quanto a questão de Israel e oriente médio, eu posso te afirmar, sem medo de errar,que Israel não atacará o Irã. O unico lider israelense que realmente realizaria tal ataque foi devidamente imobilizado pelas forças superiores e atualmente resgata seus karmas em cima de uma casa a varios anos. Atualmente não existe nenhum lider israelense que realizaria tal ataque, não porque tenham medo do Irã, mas porque sabem que a China apoia o Irã de forma irrestrita na região. A tecnologia de foguetes e dos drones que o Irã desenvolveu nos ultimos anos foi dada pela China, o Irã chegou a pousar um drone americano que sobrevoava o solo iraniano apenas instalando um virus no computador do drone e o pousou sem danos. Para os americanos, sobretudo o governo Obama, nao interessa uma guerra agora, muito menos contra a China e menos ainda enquanto o Putin estiver no poder, pois é notorio que as agencias americanas nao confiam num presidente que era ligado a antiga KGB. Israel vai ameaçar, vai tentar falar grosso, mas no final nao vai fazer absolutamente nada, tanto que nos ultimos dias os americanos cogitaram de iniciar uma nova rodada de debates com os paises que possuem cadeira permanente no conselho e tentar um acordo com o Irã, da mesma forma que fazem a anos com a coreia do norte.Os americanos sabem que um dia a guerra vai ter inicio, mas querem postergar esse momento ao maximo, ate que estejam com alguma estabilidade economica e que nao haja possibilidade de uma uniao entre russos e chineses, algo que no cenario atual é altamente possivel caso Israel se aventurasse numa guerra contra o Irã.

Bruno disse...

Esse líder é o Ariel Sharom né? Parece que ele se encontra em estado vegetativo desde 2006-2007.

José Alencastro disse...

Pra bom jogador, meia chuteira basta :)

erica oyama disse...

Ola Jose tdo bem? em um parte do texto vc diz "mas sim porque os guardiões quiseram aproveitar o momento decisivo que foi criado pela crença de milhões de pessoas e dessa forma agir sobre a gigantesca egrégora criada em cima da “profecia” maia e que atingiu negativamente milhões de pessoas em todo o mundo." Mas nao intendi como essa egregora gigantesca afetou de forma negativa as pessoas? tipo o que aconteceu com elas?


abracos, adoro os esclarecimentos passados aqui no site, continue sempre postando! te+

José Alencastro disse...

Simples Erica, quem ficou sintonizado a essa egregora acreditava basicamente em duas coisas: ou apocalipse ou inicio de uma nova era. Quem acreditava em apocalipse, cultivou muito medo, alguns ate reformando suas casas, se armando ate os dentes pra combater o fim do mundo. Os que acreditaram em uma nova era a partir de 2012, se frustaram e ainda se frustarao mais, pois enxergam a cada dia o mundo exatamente como em 2012, com crimes, tsunamis, terremotos e atraso moral, nada que indique uma nova era. Abraço

zorde disse...

Olá José!
É a primeira vez que conheço o seu blog e me deti sobre essas datas do início real da Nova Era. Há algumas semanas eu intuí algo do tipo, entre 2037 e 2043, e quando passava essa percepção adiante, por email, o relógio de onde moro caiu, e quebrou, mas o vidro ficou intacto. Na ocasião, me veio algo como dias mais longos, luz solar permanente, enfim. Juro que não tento dar muita importância a datas, pois comungo com a visão de que só o Creador mesmo sabe o "quando", o "como" e o "onde". Mesmo assim, achei muito suspeito! Você saberia comentar se essa transição tem a ver com Nibiru, Hercóbolus, se pode importar em mudanças na órbita da Terra e tempos de rotação e translação? Grato pelo conteúdo, abraço, Ivan Ctba/PR